Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Pneumologia

Dermatologia

Roberto, 40 anos, tem viagem planejada há um ano com sua família para Disneylândia no próximo mês. Embora assintomático, procura seu médico para se certificar de que está bem.Tabagista de 40 maços/ano. O exame físico é normal, mas a radiografia de tórax apresenta nódulo pulmonar, de margens circunscritas, medindo menos de 1 cm em seu maior diâmetro, calcificado, localizado em lobo superior direito. O mesmo exame, realizado há 6 meses em avaliação periódica no emprego, mostrava lesão com características idênticas. A citologia oncótica do escarro é negativa. A investigação de possível tuberculose em atividade:

A
não é necessária
B
é feita com cultura do escarro
C
é confirmada na presença de PPD>10mm
D
Baseia-se na pesquisa de BAAR em 3 amostras de escarro
Um jovem dá entrada no pronto-socorro com história de precordialgia típica, após, em uma festa, ter feito uso de cocaína. Qual das opções abaixo NÃO estaria indicada?
Recém-nascido a termo, do sexo masculino, com índice de Apgar 9 no primeiro minuto e 10 no quinto minuto e peso ao nascimento de 3.600 g, passou a apresentar, a partir da segunda semana de vida, vômitos pós-mamadas em jato, não biliosos e perda de peso. Ao exame clínico, foi palpada oliva pilórica; à avaliação laboratorial, foram constatadas alcalose metabólica hipoclorêmica e hipopotassemia. Qual a principal hipótese diagnóstica?
Homem de 55 anos foi trazido à emergência por tremores nas mãos, na língua e náuseas. Estava hipertenso, taquicárdico e sudorético. À anamnese, referiu vir fazendo uso de 1 litro de cachaça ao dia há mais de 5 anos, estando há 3 dias sem consumir bebida alcoólica. Identificou-se que o paciente estava desidratado e com hipoglicemia. A suspeita era que os sintomas estivessem relacionados à abstinência do álcool, tendo o tratamento sido iniciado com diazepam. Qual a conduta mais adequada para este paciente?
Considere as seguintes etapas previstas para reanimação cardiorrespiratória. 1 - Assegurar a perviedade da via aérea. 2 - Chamar suporte avançado. 3 - Realizar compressões torácicas. 4 - Iniciar ventilação com máscara do tipo bolsa-válvula. Qual a sequência CORRETA para o atendimento de uma criança de 10 anos, inconsciente, em apneia e sem pulso palpável?
Compartilhar