Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia do Trauma

Roberto sofreu acidente por escaldamento, com queimaduras em MSE, MIF, região anterior do tronco e face. Assim:

A
toda sua queimadura é de 3° grau
B
sua área queimada é estimada em 40% da sua superfície corporal
C
por ser uma queimadura leve, não há necessidade de reposição volêmica
D
por ter atingido a face e a mão esquerda, podemos afirmar que a queimadura é grave
E
não há risco de insuficiência renal
Mulher, 30a, com cólica renal esquerda há dois dias, dá entrada no Pronto Atendimento com febre de 39 °C e intensa dor lombar esquerda, com sinal de Giordano positivo. Trazia tomografia computadorizada de abdome sem contraste realizada no dia anterior, que mostrava um cálculo ureteral distal esquerdo de 6 mm de diâmetro associado a hidronefrose moderada, com densidade de 750 UH e distância pelecálculo de 7 cm. Realizou exame de urina que demonstrou leucocitúria acentuada e nitrito positivo. Após tratamento da dor e da febre, coleta de urocultura e hemocultura e início de antibioticoterapia, a conduta é:
Os tumores benignos do fígado são frequentemente assintomáticos. O tumor que apresenta MAIOR INCIDÊNCIA de sintomas é:
O cisto pilonidal é uma das patologias mais comum em homens hirsutos. Cisto esse que tem origem na região pré-sacral, no sulco interglúteo, sendo causa de processos infecciosos recorrentes na região, com drenagem de secreção purulenta espontânea e formação de um ou mais trajetos fistulosos. Essa doença ficou conhecida e foi descrita na segunda guerra mundial como:
Recém-nascido a termo, pequeno para idade gestacional, baixo peso, nasceu de parto cesárea, com apgar 5 e 8, peso de 1600 g, HTº 65%, PCR negativo. Evoluiu com desconforto respiratório leve, porém persistente, com crises de cianose, hipoglicemia persistente e icterícia precoce, além de irregularidade na absorção das dietas. A hipótese diagnóstica para esse recém-nascido é:
Compartilhar