Questões na prática

Clínica Médica

Pediatria

Cardiologia

Sabendo-se que a hipertrofia ventricular esquerda é um fator de risco cardiovascular independente, as classes de drogas abaixo são capazes de auxiliar na redução da HVE, EXCETO:

A
Inibidores de enzima conversora da angiotensina.
B
Bloqueadores dos receptores da a1 da angiotensina II.
C
Betabloqueadores.
D
Diuréticos tiazídicos.
E
Vasodilatadores de ação direta.
Paciente do sexo feminino, 33 anos, branca, refere quadro de sonolência, desânimo, ganho de peso, edema de membros inferiores, esquecimento e queda de cabelo há 6 meses. Nega antecedentes patológicos. Refere história familiar de tireoideopatia (não sabendo referir qual tipo). Ao exame físico: bom estado geral, palpação tireoideana: nódulo único, móvel, indolor de ± 1cm, PA: 130x95mmHg, FC: 56bpm, restante do exame físico sem alterações. Exames laboratoriais: TSH: 54 (0,35-4,5), T4 livre: 0,5 (0,7 – 1,8), Anti-TPO: +, hemograma, glicemia, eletrólitos e função renal dentro da normalidade. Ultrassonografia: nódulo hipoecogênico, irregular sem calcificações, vascularização central e periférica. Assinale a alternativa incorreta:
Em pediatria uma intercorrência neurológica comum é a convulsão febril. Sobre esta morbidade é CORRETO afirmar que:
Nos casos de endocardite infecciosa em atividade de válvula nativa, em qual das situações abaixo não está indicado o tratamento cirúrgico?
Gestante com 20 semanas de gestação vem à consulta rotineira de pré-natal mostrar os primeiros exames realizados como apresentado a seguir. Nega qualquer queixa no momento. Hemoglobina = 13,2 Hematócrito = 35 Leucócitos 9000 diferencial sem alterações; VDRL não reagente; Anti-HIV não reagente; HBsAg não reagente; Glicose 78; Anticorpos para Toxoplasmose IgG e IgM não reagentes; EQU: Leucócitos 3/campo e hemácias 2/campo; Urocultura: E coli > 100.000 Qual a melhor conduta diante destes resultados?
Compartilhar