Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

São casos de aumento da amilase sérica, EXCETO:

A
Obstrução intestinal
B
Parotidite
C
Colelitíase
D
Insuficiência renal
E
Hepatite viral
Homem de 58 anos apresenta-se na emergência hospitalar com dor ocular direita intensa, associada a náuseas e vômitos. Relata que o quadro se iniciou há 1 dia, com piora progressiva e que, no início, percebia halos ao redor das luzes. Ao exame, apresenta olho avermelhado, congesto e pupila que permanece em estado de médio-midríase fixa. Nega outras doenças. Diante da apresentação clínica, qual o tratamento inicial mais apropriado para este paciente?
O Estado do Rio de Janeiro tem a maior taxa de incidência de tuberculose do país. No entanto, o município de Itaboraí destaca-se no cenário mundial, tornando-se referência nacional segundo a OMS e Opas. Especialistas atribuem o bom resultado à cobertura do Programa de Saúde da Família (PSF) deste município. Os resultados foram a queda no índice de abandono de tratamento de 30% para 4% e o aumento no índice de cura de 60% para 88% nos últimos 5 anos. A estratégia responsável pela maior adesão e por estes resultados se baseia na (no):
Nos pacientes com insuficiência respiratória, independentemente da causa, a abordagem inicial deve ter os seguintes objetivos:
Mulher, 52 anos de idade, assintomática, em início de menopausa, apresentou em exames de rotina AST: 210 U/dl, ALT: 102 U/dl gamaglutamiltransferase: 92 U/l. Não faz reposição hormonal. Nega transfusões sanguíneas e tem apenas um parceiro sexual. O exame físico é normal. Realizou exames adicionais que revelaram Hb: 13,2 g/dl, Ht: 37%, leucograma: 5.700 leucócitos/mm³ sem desvios, glicemia: 82 mg/dl. AntiHCV positivo, AgHBs negativo, índice de saturação de transferrina: 40%, ferritina sérica: 850 mcg/dl. Anticorpos antimitocôndria, antimúsculo liso e anti-LKM negativos. Anticorpos anti-TPO positivos. A paciente passou a apresentar onda T apiculada no ECG. A medida mais imediata é:
Compartilhar