Questões na prática

Clínica Médica

Nefrologia

São causas de alcalose metabólica todas as assertivas abaixo, exceto:

A
Intoxicação por salicilatos.
B
Ingestão de grande quantidade de bicarbonato.
C
Estado pós-hipocapnia.
D
Aldosteronismo primário.
E
Administração de penicilina
Mulher, 40 anos, em uso contínuo de 7,5 mg de prednisona/dia, associada ao methotrexate, para tratamento de artrite reumatoide, queixa-se de tosse, dor epigástrica iniciada há cerca de 30 dias, com alguns episódios de diarreia. Apresenta há dois dias febre alta (> 38,5°C). Na admissão no Serviço de Emergência, exibe PA sistêmica = 90 mmHg, temperatura axilar de 38,8°C, taquicardia, diarreia, dor abdominal difusa à palpação, sem irritação peritonial. O seu hemograma mostra: Hg: 11,5 gr; leucócitos: 22.550; B: 0; E: 13; B: 15; S: 50; L: 12; M: 10; plaq.: 112. A principal hipótese diagnóstica é:
Pré-escolar de cinco anos chega ao pronto-socorro em crise asmática iniciada quatro horas antes, após a aula de educação física. Ao exame: FR: 45 ipm, FC: 130 bpm, AP: sibilos difusos, expiração prolongada, MV um pouco diminuído. Segundo o consenso brasileiro sobre asma, a conduta terapêutica a ser adotada nesse caso é:
Um recém-nascido com dispneia e cianose progressivas associadas a abdome escavado provavelmente tem o diagnóstico de:
É causa de Hipernatremia:
Compartilhar