Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

São efeitos benéficos não contraceptivos do uso de contraceptivos orais no climatério, EXCETO:

A
Controla o ciclo prevenindo o sangramento disfuncional.
B
Diminui em 40% a incidência de câncer de endométrio.
C
Reduz a incidência de câncer de ovário.
D
Melhora os sintomas neurovegetativos da perimenopausa.
E
Previne fenômenos tromboembólicos.
Pais levam seu filho de 10 meses de vida, 8900 gramas, para consulta com um cirurgião pediátrico. Relatam abaulamento intermitente em região inguinal esquerda, particularmente em situações de choro forte, e mudança importante de volume da região testicular direita, durante o dia. Ambos ocorrem desde o nascimento, sem observação pelos pais de melhora até hoje. Por outro lado, negam qualquer evento agudo que os levasse a pensar em dor relacionada aos achados descritos. Exame físico identifica testículos tópicos, com tamanho e textura normais, presença de hérnia inguinal à esquerda e hidrocele moderada à direita. O bebê não apresenta quaisquer outras comorbidades, a despeito de ter nascido prematuro (idade gestacional ao nascer de 33 semanas de gestação e peso ao nascer de 2.100 gramas). Permanecera em unidade de terapia intensiva neonatal durante seu primeiro mês pós-natal. Qual a melhor conduta para esse bebê?
Sobre transtornos do humor, considere as afirmativas a seguir: I. A depressão bipolar clássica é caracterizada por insônia e diminuição importante do apetite. II. A depressão unipolar costuma ter início mais tardio, apresentar melhor resposta aos antidepressivos e evoluir com menos episódios do que a depressão bipolar. III. O tratamento do transtorno bipolar II deve ser abordado com cautela, pois o uso de benzodiazepínicos pode precipitar um episódio maníaco. IV. Um episódio depressivo sem tratamento dura de 6 a 13 meses, a maioria dos episódios tratados dura cerca de 3 meses. Assinale a alternativa correta.
Em um ambulatório de gastroenterologia de um Hospital Terciário, compareceu um paciente do sexo masculino, 38 anos de idade, ex-usuário de drogas injetáveis, com os seguintes exames: Data: 21/11/2007 - HBsAg+, Anti-HBc IgG+, Anti-HBs-, HBeAg-, Anti-HBc+, Anti-HCV-, Anti-HIV-, Anti-HVA IgG+, hemograma normal. TGO 125, TGP 156, TP 100%, plaquetas 234.000, BT 1.0, BD 0,6. Data: 15/09/2008 - HBsAg+, Anti-HBs-, Anti-HCV-, HBeAg-, Anti-HBe+, TGO 165, TGP 148, hemograma normal, plaquetas 199.000, TP 100%. Nessa situação, pode-se afirmar que, provavelmente, trata-se de um portador de:
Mulher, 75 anos de idade, com doença de Alzheimer, em ambiente asilar, com incontinência esfincteriana prévia, vem há dois dias com agitação psicomotora intercalada por períodos de sonolência. Não teve diarreia e a temperatura medida pela cuidadora foi de 37,8°C. Ao exame físico, apresenta- se sem rigidez nucal, sem sinais de localização, PR: 108 bpm, FR: 21 ipm, ausculta cardiorrespiratória evidenciando discretos crépitos inspiratórios e expiratórios em base, sem variação com a tosse. Abdome flácido, indolor. A investigação deve começar por:
Compartilhar