Questões na prática

Clínica Médica

Nefrologia

São exames potencialmente úteis na diferenciação entre insuficiência renal aguda e crônica, EXCETO:

A
hemograma.
B
dosagem de ácido úrico.
C
dosagem de paratormônio.
D
exame sumário de urina.
Sobre o empiema pleural, qual é o principal item do tratamento?
Paciente feminina de 24 anos, com diagnóstico de LES há 6 anos, vinha em tratamento conservador, em uso de Prednisona 5 mg ao dia. A mesma ficou grávida e após 7 meses de gestação iniciou com Hipertensão (150/100), Edema de Membros Inferiores (3+/4), Proteinúria (3+/4). Apresentou crise convulsiva, plaquetopenia (75.000) que diminuíram para 45.000; Aumento de Transaminases e anemia aguda (Hb = 7,0). Evoluiu com piora da função renal. Cr (1,0 -> 4,5) e anúria. Dores articulares importantes e piora do rash malar. C3 e C4 abaixo dos valores normais; Anti-DNA elevado. Baseado neste caso, responda. Qual das medidas abaixo não seria prudente a ser tomada?
Pré-escolar, do sexo masculino, com cinco anos de idade, é atendido no posto de saúde com história de diarreia, cerca de seis episódios ao dia, com muco e sangue há quatro meses. Há o relato de um episódio de dor e edema no joelho esquerdo há dois meses. Segundo a mãe, a criança está sendo acompanhada há um ano, pois apresenta baixo desenvolvimento ponderoestatural. Assinale a alternativa correta quanto à principal possibilidade diagnóstica para o caso descrito.
Uma mulher de 64 anos, diabética, procura o pronto-socorro com queixa de perda da força do lado esquerdo do corpo há cerca de 40 minutos. O exame físico confirma a hemiparesia esquerda, sem outras alterações. Foi encaminhada para tomografia de crânio (que foi normal) e quando retornou já não apresentava nenhum déficit motor. No seguimento ambulatorial foi constatada a presença de fibrilação atrial paroxística. Deve-se indicar o uso contínuo de:
Compartilhar