Questões na prática

Pediatria

Neonatologia

São indicações definitivas de intubação traqueal todos os recém-nascidos abaixo, EXCETO:

A
RN apnéico e bradicárdico após vários minutos de ventilação com balão e máscara e sem acesso venoso obtido.
B
RN com índice de Apgar < 3 no primeiro minuto.
C
RN com suspeita ou diagnóstico de hérnia diafragmática.
D
RN submetido à ventilação inefetiva com balão e máscara.
E
RN com mecônio no líquido amniótico e que não se apresente vigoroso ao nascimento.
Paciente masculino de 35 anos admitido no PS, deambulando com dificuldade, confuso, sem familiares para relatar sobre medicações, drogas ilícitas e doenças prévias. Na avaliação inicial apresentou Glasgow 13, LCR normal, RX de tórax e tomografia de abdome sem alterações. Sem lesões em pele e sem sinais de emagrecimento. PA 140/80 mmHg, FC 135 bpm, temp. 40,5ºC, FR 20 ipm. Hemograma e PCR normais. Dentre as possíveis causas desse quadro, NÃO é compatível com a clínica do paciente:
Segundo o Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders (DSM-IV), da Associação Americana de Psiquiatria, que critério, dentre os abaixo, não faz parte do diagnóstico de bulimia nervosa?
Com relação ao manejo farmacológico da insuficiência cardíaca, podemos afirmar que:
Paciente masculino de 55 anos, trabalhador em marmoraria desde os 15 anos, procurou o serviço de clínica médica com queixas de dispneia que se intensificou nos últimos 6 meses, associada à dor torácica pouco responsiva ao uso de anti-inflamatórios, astenia e emagrecimento. Ao exame físico apresentou: murmúrio vesicular abolido nos 2/3 inferiores do hemitórax esquerdo. Realizou radiografia de tórax que evidenciou derrame pleural volumoso sem desvio do mediastino. O médico atendeu o paciente e solicitou toracocentese diagnóstica e a análise do líquido pleural demonstrou:
Compartilhar