Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

São procedimentos considerados de alto risco na recomendação de profilaxia da endorcardite infecciosa, exceto:

A
próteses valvares cardíacas.
B
revascularização miocárdica.
C
cardiopatia congênita cianótica.
D
shunts sistêmicos pulmonares construídos cirurgicamente.
E
endocardite bacteriana prévia.
Criança com 2 anos e diagnóstico de meningite bacteriana. Foi iniciado antibioticoterapia empírica, baseada na faixa etária da criança até o isolamento do agente. Eutrófico, estado imunitário desconhecido. Dentre os antibióticos abaixo, qual seria a primeira escolha?
Paciente submetida à colecistectomia videolaparoscópica, na qual houve perfuração acidental da vesícula e extravasamento de bile na cavidade. A cavidade foi lavada com soro fisiológico. No pós-operatório, queixa-se de dor de forte intensidade no ombro direito. A causa mais provável da dor é:
Gestante de 35 semanas de idade gestacional, hipertensa, em uso de metildopa 250 mg de 8 em 8 horas e propanolol 40 mg ao dia. Realiza ultrassonografia, que apresenta os seguintes resultados: feto único, em situação longitudinal, apresentação cefálica. Batimentos cardiofetais com frequência de 150 bpm. Líquido amniótico: ILA = 10 cm. Placenta tópica, grau II (granum). Dopplerfluxometria apresentando diástole zero da artéria umbilical, idade gestacional ultrassonográfica de 35 semanas. Qual é a melhor conduta?
Primigesta de 22 anos de idade, com 8 semanas e 4 dias de idade gestacional, procura serviço de obstetrícia para iniciar seu pré-natal. Ao exame clínico, paciente apresenta exame físico e obstétrico normal. Exames complementares normais, porém apresentando sorologia positiva para HIV, confirmado por 2 testes e apresentado carga viral de 5.000 cópias/ml, que se manteve até o término da gestação. Qual a melhor conduta?
Compartilhar