Questões na prática

Clínica Médica

Pediatria

Pneumologia

Sexo masculino, 8 anos e 10 meses, com diagnóstico de asma. Apresenta crises de falta de ar e chiado quase semanalmente, com limitação das atividades durante as exacerbações. Refere que eventualmente, cerca de uma vez ao mês, apresenta despertares noturnos com tosse e chiado. Faz uso de beta- 2 inalatório nas crises com alívio completo dos sintomas. Nega internações. Como é classificada a asma desse paciente? Qual terapêutica deve ser instituída nas crises e para manutenção?

A
Asma intermitente. Utilizar beta- 2 agonista de curta duração por via inalatória nas crises. Não há necessidade de terapia de manutenção.
B
Asma persistente leve. Utilizar beta-2 agonista de curta duração por via inalatória nas crises e corticóide inalatório em dose baixa como terapia de manutenção.
C
Asma persistente moderada. Utilizar teofilina e corticoide por via oral nas crises. Como terapia de manutenção deve ser utilizado corticoide inalatório em altas doses.
D
Asma intermitente. Utilizar beta- 2 de longa duração por via inalatória e corticoide por via oral nas crises e antileucotrieno como terapia de manutenção.
E
Asma persistente grave. Utilizar beta- 2 de longa duração por via inalatória e corticoide por via oral nas crises. Como terapia de manutenção está indicado altas doses de corticoie inalatório, beta- 2 de curta duração por via inalatória e antileucotrieno por via oral.
Paciente de 32 anos de idade, previamente hígido, com história de cólica renal há 2 dias, sem febre e diagnóstico de cálculo de 0,4 cm, localizado no ureter distal esquerdo com hidronefrose leve associada. A tomografia computadorizada de abdome apresenta borramento da gordura perirrenal ipsilateral e o cálculo tem densidade de 1.200 U.H. Qual o tratamento preferencial para esse paciente?
A síndrome Metabólica (SM) é uma condição muito frequente, presente em um importante contingente de adultos no mundo inteiro. No entanto, algumas evidências já têm sido destacadas, orientando o raciocício clínico em sua prática cotidiana. Sobre o assunto, analise as afirmativa abaixo: I. Dentre os fatores de risco para desenvolvimento da SM, destacam-se fatores demográficos, genéticos e intrauterinos, bem como estilo de vida e estresse psicossocial. II. A resistência à insulina é parte fundamental do abstrato fisiopatológico desta síndrome. Está fortemente associada também com anormalidades da coagulação e na fibrinólise, com marcadores de inflamação e com a microalbuminúria. III. O aumento de depósitos de gordura ectópica, particularmente na musculatura esquelética, associam-se a uma maior circulação de ácidos graxos livres em portadores de SM. IV. O crescimento fetal reduzido e ao baixo peso ao nascer têm sido associados a um aumento do risco de doença cardiovascular e componentes da SM. V. A disfunção endotelial tem sido associada a vários componentes da SM como aumento da pressão sanguínea, hiertrigliceridemia, hiperuricemia, aumento da proteína C-reativa e resistência à insulina. Assinale a afirmativa correta:
Avalie as seguintes afirmativas quanto à hanseníase. I. As principais causas de morbidade da hanseníase decorrem do fato de que o Mycobacterium leprae apresenta tropismo característico pelos nervos periféricos acrescido a que certos estados reacionais são mediados imunologicamente. II. Define-se como caso de hanseníase indivíduo que apresente uma ou mais de uma das seguintes características e que requer quimioterapia: lesão(ões) de pele com alteração de sensibilidade; acometimento de nervo(s) com espessamento neural e baciloscopia positiva. III. O Mycobacterium leprae tem baixa infectividade e alta patogenicidade, isto é, infecta muitas pessoas, no entanto só poucas adoecem. IV. A poliquimioterapia padronizada pela Organização Mundial de Saúde inclui os seguintes agentes de escolha no tratamento da hanseníase: dapsona, clofazimina e rifampicina. V. Os estados reacionais ocorrem, principalmente, durante os últimos meses do tratamento quimioterápico da hanseníase, mas também podem ocorrer antes ou depois do mesmo nesse caso após a cura do paciente. Assinale a alternativa correta.
São causas orgânicas que podem gerar tanto psicose quanto depressão e mania, EXCETO:
Compartilhar