Questões na prática

Clínica Médica

Reumatologia

Sinal de Gottron significa:

A
Lesões características do Lúpus Eritematoso Cutâneo, encontradas na face, couro cabeludo ou parte externa das orelhas, caracterizado por pápulas ou placas eritematosas com descamação espessa.
B
Pápulas eritematosas achatadas sobre os “nós” dos dedos das mãos, encontradas frequentemente na dermatomiosite.
C
Sinal característico da esclerodermia com edema e sem cacifo; atinge a extremidade distal dos dedos.
D
Esclerose de pele com hipopigmentação central e borda eritematosa, fazendo parte do quadro clínico da morfeia.
E
Reação adversa a determinados fármacos, com comprometimento de mucosas.
Escolar de 9 anos apresenta claudicação e dor no membro inferior direito há 1 semana. Refere que há dois dias foi medicado com penicilina benzatina intramuscular, aplicada em glúteo, para tratamento de piodermite. Ao exame: febril (38,3 graus); dor a compressão de coxa direita, sem manifestações articulares e ausência de sinal de Lasègue. RX de quadril e membro inferior direito normal. Hemograma: 18000 leucócitos/mm (83% neutrófilos, 15% bastões). VHS 59 mm na primeira hora. O diagnóstico provável é:
No diagnóstico diferencial entre Esteato-Hepatite Não Alcoólica (EHNA) e a hepatite alcoólica, do ponto de vista laboratorial, podemos considerar como sugestivo da doença não alcoólica:
Mulher, 65 anos, assintomática, realiza ecografia de rotina na qual são identificados cálculos na vesícula biliar. Em relação a este caso, são apresentadas as assertivas abaixo: I. Se os cálculos forem maiores que 3 cm de diâmetro, há indicação de tratamento cirúrgico pelo risco aumentado de complicações. II. Se houver calcificação da parede da vesícula biliar, deve-se realizar colecistectomia pelo risco de surgimento de neoplasia. III. Com o advento das técnicas minimamente invasivas, sempre se indica a remoção cirúrgica da vesícula biliar na presença de cálculos. Qual é a alternativa correta?
<P>Um paciente de 14 anos apresentou febre alta de início súbito há cinco dias, acompanhada de dores musculares. Evoluiu com intensa icterícia e oligoanúria. Está lúcido e cooperativo. Nota-se uma hemorragia subconjuntival. O restante do exame físico não tem alterações. Está normotenso. Os resultados laboratoriais são: TGO (AST) = 162 U/L; TGP (ALT) = 133 U/L; ureia = 260 mg% e creatinina = 5 mg%. O hemograma mostra 17 mil leucócitos, com desvio para a esquerda. A radiografia de tórax é normal. O diagnóstico mais provável é o de:</P>
Compartilhar