Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia do Aparelho Digestivo

Sobre a doença hemorroidária podemos afirmar que:

A
Chamamos de hematoma perianal quando temos um trombo hemorroidário em hemorróidas de grau III
B
A principal queixa das hemorroidas é o prurido anal
C
No tratamento clínico da hemorroida existe a piora dos sintomas se usamos medicações tópicas e supositórios
D
No tratamento clínico das hemorroidas externas o uso de dinitrato de isossorbida gel ou diltiazen gel é sempre necessário
E
As hemorroidas grau III, necessitam fazer redução após a evacuação , pois tendem a ficar exteriorizadas durante esforço físico
A Doença Arterial Obstrutiva Periférica (DAOP) é uma doença sistêmica que se desenvolve nas artérias periféricas ao longo de décadas. Piora com o avançar da idade e promove limitação funcional. Está associada a alto risco de morbimortalidade cardiovascular. Ocorre mais frequentemente nos membros inferiores, e sua principal causa é a aterosclerose. A prevalência da doença, baseada em testes objetivos de vários estudos epidemiológicos, varia entre 3% a 10%, aumentando para 15% a 20% em pessoas acima de 70 anos. Qual o fator de risco está mais relacionado a esta afecção?
As drogas usadas no tratamento inicial da tuberculose pulmonar são:
Em relação à insuficiência renal aguda, julgue os itens a seguir e marque a opção que contém corretamente a sequência de verdadeiro (V) e falso (F). 1- oligúria não é obrigatória na IRA pré-renal; 2- na IRA hepatorrenal, proteinúria < 600 mg/dia é um critério diagnóstico obrigatório; 3- em pacientes oligúricos com excreção fracional de ureia elevada, a ressuscitação volêmica usualmente tem a capacidade de melhorar a função renal; 4- na NTA (necrose tubular aguda), o sódio urinário costuma ser < 20 meq/l; 5- na mioglobinúria e na hemoglubinúria, o uso de bicarbonato e manitol apresenta efeito benéfico na prevenção de lesão renal aguda; 6- na IRA consequente à leptospirose, a NTA e a glomerulonefrite são os dois principais mecanismos responsáveis.
Na classificação de Fontaine relativa à doença arterial obstrutiva periférica (DAOP), a claudicação intermitente moderada classifica-se como
Compartilhar