Questões na prática

Clínica Médica

Hematologia

Sobre a meta-hemoglobina e/ou meta-hemoglobinemia, assinale a alternativa INCORRETA.

A
O ferro heme na meta-hemoglobina apresenta-se na forma Fe3+.
B
A meta-hemoglobina não transporta oxigênio.
C
Hemácias normais contêm menos que 1% de meta-hemoglobina.
D
Se a meta-hemoglobina exceder 40% da hemoglobina total, ocorre cianose.
E
A forma tóxica da meta-hemoglobinemia é tratada com azul de metileno intravenoso.
Paciente tem diagnóstico de lúpus eritematoso sistêmico há 4 anos, com acometimento renal hematológico, neurológico e cutâneo, dependente de corticoide. Nos últimos 6 meses usou 10 gramas de corticoide e 6 gramas de ciclofosfamida. Há dois meses vem queixando-se de dor na região do quadril direito, principalmente no final do dia após longas caminhadas. A provável causa da dor é:
Infecção secundária é uma importante complicação em pacientes queimados que perderam a epiderme e a sepse resultante é responsável por um número significativo de mortes nesses pacientes. Qual a etiologia mais frequente de um quadro de sepse em grande queimado?
Deu entrada no pronto-socorro às 3 horas da manhã, um paciente do sexo masculino, 35 anos de idade, presidiário, trazido por agentes penitenciários informando que o paciente estava com diarreia, febre, cãimbras musculares e dificuldade para dormir. Os policiais relataram que o mesmo está preso há 10 dias, por uso e tráfico de drogas. Ao exame foi observado: Taquicardia, hipertensão arterial, febril, agitação, miose, creção de pelos, lacrimejamento e rinorreia. Qual o provável diagnóstico?
Mulher de 78 anos, aposentada como professora de ensino médio, portadora de doença arterial coronariana, diabetes e insuficiência renal crônica, é submetida a uma avaliação geriátrica ampla, face a crescente necessidade de ajuda para realizar atividades do dia-a-dia, como fazer compras, cuidar das finanças e da casa, por exemplo. Desde que teve uma acidente vascular cerebral há dois anos, se movimenta com a ajuda de um andador. Atualmente faz uso de aspirina, nitrato, diltiagem, forosemida, enalauril e glipizida. No Mini- Exame do Estado Mental (MEEM), apresentou escore de 23/30. Vive só desde que o marido morreu há 1 ano e conta com a ajuda da sobrinha, que tem uma loja próxima, para conseguir comprar mantimentos, pagar contas, limpar o apartamento e ir ao médico quando necessário. Qual o dado apresentado que deve ser considerado como maior fator de risco para mortalidade, independente de outros, nesse caso?
Compartilhar