Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Sobre apendicite aguda é correto afirmar, exceto:

A
A dor geralmente começa com um dolorimento periumbilical ou epigástrico
B
A localização da dor em fossa ilíaca direita, concomitante ao sinal de Blumberg, indica acometimento do peritônio parietal
C
A dor ao toque retal não é sinal patognomônico de apendicite
D
A febre ocorre precocemente e atinge valores elevados
E
O apêndice retro-cecal acompanha-se normalmente de quadro clínico atípico
Carolina, 75 anos, obesa, mora em casa geriátrica. É trazida à Emergência por sua filha com diarreia e letargia. Estava bem até há quatro dias quando iniciou diarreia líquida, que não melhorou com loperamida e evoluiu com sangue em 24 horas. Duas senhoras da casa geriátrica apresentaram quadro semelhante. Nega uso de medicamentos. Exame físico: sonolenta, desidratada e identifica a filha; hipocorada (3+/4), ictérica (+4), fraqueza nos membros. Abdome depressível e doloroso difusamente, com peristalse aumentada. O exame neurológico não mostra alterações focais. Exames laboratoriais: hematócrito 25%; plaquetas 67.000/mm³; glicose 700 mg/dL; ureia 60 mg/dLI; creatina 3,5 mg/dLI; K+ 4,0 mEq/L. Na 128 mEq/I, bilirrubinas totais 3 mg/dL; bilirrubina indireta 2,0 mg/dL. Exame de fezes: sangue e leucócitos. O provável diagnóstico e o agente etiológico são, respectivamente, síndrome:
Considerando os tumores malignos do ovário assinale a assertiva incorreta:
Considerando algumas das causas prováveis de amenorreia secundária assinale a única assertiva incorreta:
Sobre prolapso dos órgãos pélvicos, assinale o grupo de assertivas totalmente corretas: 1- As estruturas de sustentação pélvica incluem: os músculos e o tecido conjuntivo do assoalho pélvico, o tecido fibromuscular da parede vaginal e o tecido conjuntivo endopélvico. 2- Considerando os acessos para a correção cirúrgica das distopias, somente são usadas as vias vaginal e laparoscópica. 3- O reparo para vaginal consiste em refixar o sulco vaginal lateral à fáscia do músculo obturador interno e arco tendíneo da fáscia pélvica. 4- O hiato genital é medido do centro do meato uretral externo até à linha média himenal (classificação POP-Q). 5- O corpo perineal é medido da linha média himenal até a junção cutâneo-mucosa.
Compartilhar