Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia Geral

Sobre as complicações no período pós-operatório, é correto afirmar que:

A
a colecistite pós-operatória é frequentemente acalculosa.
B
a obesidade não é um fator de risco de febre pós-operatória.
C
a causa mais frequente de febre nas primeiras 24h é a infecção de ferida operatória.
D
o aumento da pressão intra-abdominal não interfere na ocorrência de deiscência da ferida da parede abdominal.
Homem de 55 anos com sobrepeso (IMC: 28,5 kg/m2) e quadro de resistência insulínica tratado com metformina, apresenta história de dor na parte posterior da coxa direita que se estende até a panturrilha, às vezes associada à sensação de entorpecimento da perna e hálux. À manobra de Laségue, apresenta dor com 30° de flexão. Assinale o diagnóstico mais provável baseado no conjunto de dados acima:
Recém-nascido, peso de 4.020 g, nascido de parto vaginal, com extração difícil na hora do parto, apresenta membro superior direito em adução e rotação interna do braço e pronação do antebraço. O reflexo de Moro é ausente deste lado e a preensão palmar é preservada. A hipótese diagnóstica mais provável é:
Em relação à analgesia pós-operatória podemos afirmar, EXCETO:
Na fisiopatologia da artrite séptica, quais articulações apresentam metáfise intracapsular que permite a penetração da bactéria na articulação?
Compartilhar