Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Endocrinologia

Hematologia

Sobre as doenças que acometem o esôfago podemos afirmar que:

A
os GIST (tumores do estroma gastrintestinais) do esôfago são mais comuns no esôfago cervical.
B
os divertículos epifrênicos estão localizados no terço proximal do esôfago e à direita.
C
o divertículo de Zenker é o mais comum divertículo esofágico e está relacionado com hipertonia cricofaríngea.
D
as membranas esofágicas inferiores (anel de Schatzki) predispõem a esofagite e ao refluxo gastresofágico.
E
as membranas esofágicas superiores (síndrome de Plummer-Vinson) se desenvolvem em pacientes com deficiência crônica de vitamina B12.
Em relação a depressão, pode-se afirmar que:
Segundo a 10ª Edição da Classificação Internacional de Doenças (CID-10), são critérios para definir a dependência de uma substância, EXCETO:
A Doença Arterial Obstrutiva Periférica (DAOP) é uma doença sistêmica que se desenvolve nas artérias periféricas ao longo de décadas. Piora com o avançar da idade e promove limitação funcional. Está associada a alto risco de morbimortalidade cardiovascular. Ocorre mais frequentemente nos membros inferiores, e sua principal causa é a aterosclerose. A prevalência da doença, baseada em testes objetivos de vários estudos epidemiológicos, varia entre 3% a 10%, aumentando para 15% a 20% em pessoas acima de 70 anos. Qual o fator de risco está mais relacionado a esta afecção?
A Sociedade Brasileira de Pediatria lançou no ano de 2012 uma proposta de aferição da saturação arterial de oxigênio através da oximetria de pulso de todos os recém-nascidos com 24 a 48 horas de vida antes da alta hospitalar, sendo chamado de TESTE DO CORAÇÃOZINHO. Esta medida visa:
Compartilhar