Questões na prática

Pediatria

Cirurgia

Cirurgia do Trauma

Sobre as lesões traumáticas da bexiga, é correto afirmar:

A
Estão presentes em 6% a 10% dos pacientes com fratura pélvica.
B
As rupturas intraperitoneais são mais comuns que as rupturas extraperitoneais.
C
Em geral há um diagnóstico tardio.
D
Geralmente as contusões vesicais são acompanhadas por hematúria severa.
E
Estão associadas a uma taxa de 50% de laceração uretral.
Qual o tratamento da trombose hemorroidária aguda para um paciente cujo início dos sintomas se deu há 36 horas?
A imunização após esplenectomia de urgência por traumatismo abdominal em um homem adulto deve ser realizada da seguinte forma:
Mulher, com 30 anos de idade, há 2 meses apresenta quadro de palpitações, insônia, irritabilidade, aumento do número de evacuações e perda de peso. Ao exame físico: bom estado geral, descorada +/4+, tiroide aumentada 3 vezes, sem nódulo palpável. Tem hiperemia conjuntival, edema e retração de pálpebras. Ausculta cardíaca normal, frequência cardíaca de 116 bpm e PA 135 x 85 mmHg. Tremor de extremidades presente. Exames laboratoriais: TSH < 0,03 µm/l (VN: 0,5 a 4,5); t4 livre 4,2 ng/dl (VN: 0,7 a 1,5). Hemoglobina 11,2 g%, leucócitos 6200, plaquetas 180.000. Cintilografia de tireoide com captação difusamente aumentada. Qual a hipótese diagnóstica e a conduta neste momento?
Homem, com 35 anos de idade, procura atendimento médico por apresentar aumento progressivo da região cervical à direita, há 30 dias. Nega febre, emagrecimento, tosse ou dispneia e dor no local da massa. Ao exame, massa cervical anterior direita, mal delimitada, aderida a planos profundos, consistência endurecida, com cerca de 8 centímetros no seu maior diâmetro. Restante do exame físico normal, exceto pelo aumento da amígdala direita (cerca de 4 vezes maior do que a esquerda). Podemos afirmar que a principal hipótese diagnóstica é de:
Compartilhar