Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Quanto à presença de anemia materna durante o ciclo gravídico-puerperal, é CORRETO afirmar que:

A
o grau de intensidade da anemia ferropriva materna altera substancialmente a quantidade de ferro transportada para a produção da hemoglobina fetal
B
a gestação pode complicar o curso da anemia falciforme, com maior chance de abortamentos e perdas fetais tardias
C
a anemia megaloblástica por deficiência de vitamina B12 é um evento comum durante a gestação e apresenta um quadro clínico indistinguível da anemia por deficiência de folatos, a não ser pelas manifestações neurológicas que são características desta última
D
A anemia aplástica apresenta maior gravidade na gestação e requer confirmação através de aspirado da medula óssea, caracteristicamente hipercelular
RN a termo, bolsa rota há 36 horas, nasceu com Apgar 6/7; evoluiu nas primeiras 2 horas com taquipneia, taquicárdia, palidez, acrocianose e hipoatividade. Sua conduta é:
Escolar, sexo masculino, apresenta hematúria macroscópica, indolor, sem relação com trauma ou exercício. Nega febre e polaciúria. Refere dois episódios similares com resolução espontânea após infecção respiratória alta. Níveis tensionais normais. O exame de urina revela hemácias dismórficas e cilindros. O diagnóstico mais provável é:
Primigesta, 16 semanas, evolui com abortamento espontâneo. Durante o processo de abortamento, não apresenta cólicas e/ou sangramentos. O diagnóstico mais provável é:
A síndrome que acompanha os quadros de placenta prévia é mais frequentemente caracterizada pela:
Compartilhar