Questões na prática

Clínica Médica

Neurologia

Sobre envenenamentos agudos, marque a alternativa INCORRETA:

A
A descontaminação cutânea deve ser feita o mais precoce possível, por meio de lavagem copiosa da area afetada com água ou soro fisiológico e neutralização química.
B
Em caso de contato de agentes químicos com os olhos, a conduta é remover as lentes de contato, se presentes, e lavar abundantemente os olhos com água ou soro fisiológico durante 15 a 20 minutos.
C
As contraindicações de lavagem gástrica são convulsões, agitação psicomotora ou ingestão de cáusticos.
D
A mortalidade por ingestão de tóxicos é menor que 1%.
As duas questões 24 e 25 referem-se ao caso clínico abaixo: Menina de 11 anos de idade é trazida à unidade de saúde pela mão com queixas de fluxo vaginal que mancha suas roupas intimas. A mãe relata secreção em pequena quantidade, sem odor, não irritativa, não pruriginosa. Na avaliação ginecológica, vulvoscopia sem sinais inflamatórios, hímen intacto, presença de pêlos na região pubiana recobrindo a linha média. Na avaliação da mama, apresenta elevação da mama e da papila, sem separação dos contornos as aréola e da mama. Quanto ao exame físico da paciente e segundo os estágios da Tenner, amelhor classificação para a paciente descrita é:
Dentre os exemplos citados escolha aquele que usualmente evolui com mononeuropatia múltipla e predileção pelo envolvimento do facial:
Paciente admitida no pronto-atendimento com sangramento genital, dor em baixo ventre, e atraso menstrual de 2 meses. Ao exame, apresentava pressão arterial de 90 x 50 mmHg, descorada +2/+4, com sudorese, pulso arterial de 100 bpm, e sangramento pelo orifício externo do colo de moderada quantidade. Ao toque vaginal, o colo estava impérvio com útero discretamente aumentado. Realizado teste de gravidez qualitativo na urina que revelou resultado positivo. Com bases nesses dados, é possível formular a(s) seguinte(s) hipótese(s) diagnóstica(s), dentre as síndromes hemorrágicas do primeiro semestre da gravidez:
Dentre as pacientes que procuram os ambulatórios de Doenças Sexualmente Transmissíveis, é comum ter de fazer a distinção entre úlcera genital da sífilis primária e do cancro mole. O diagnóstico diferencial, com bases clínicas, pode ser feito adotando as seguintes observações:
Compartilhar