Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Neurologia

Sobre infecções associadas a cateteres vasculares, assinale a alternativa incorreta:

A
Cateteres não devem ser removidos rotineiramente na abordagem inicial de pacientes hemodinamicamente estáveis com febre sem causa aparente.
B
A retirada do cateter venoso central é considerada indispensável para confirmação do diagnóstico quando não há culturas quantitativas ou automatizadas
C
Crescimento de > 15 UFC em cultura semiquantitativa em ponta de cateter não é diagnóstico se as hemoculturas periféricas forem negativas.
D
Culturas qualitativas de sangue obtido através do cateter central só terão valor se negativas, quando ajudarão a excluir infecção.
E
Sinais clínicos de infecção no local de punção devem sempre ser avaliados, e são considerados de alta sensibilidade para o diagnóstico.
Homem, 23 anos, sofre queimadura elétrica em objeto próximo a cabo de alta tensão, ficando temporariamente desacordado. Na Emergência, está lúcido e coerente, com lesão deprimida, acinzentada, circundada por área de hiperemia na mão D. A urina está escura. Em relação a este caso, são apresentadas as afirmativas abaixo: I. Deve-se revisar 24 horas após o desbridamento inicial, pois a área de necrose costuma ser posteriormente mais extensa. II. As maiores lesões musculares ocorrem junto a estruturas ósseas, onde há maior calor de resistência. III. É necessária imediata reposição líquida, mesmo sem confirmação laboratorial de mioglobinúria. Qual é a alternativa correta?
Pré-escolar apresenta lesões na pele que se iniciaram há 2 dias, acompanhadas de febre alta e dor à deglutição. Ao exame, percebe-se exantema vermelho, pontilhado, finamente papular, generalizado, com textura de lixa grossa à palpação. O eritema é mais intenso nas fossas antecubitais. A face parece ruborizada e há palidez perioral. A orofaringe apresenta-se muito hiperemiada, com purulência nas amígdalas e a língua tem aspecto de framboesa. Qual é o diagnóstico mais provável?
Homem, 75 anos, apresenta febrícula vespertina, mialgias em cintura escapular e sinovites metacarpofalangeanas há 1 mês. Há 3 dias tem claudicação de mandíbula e episódios de perda visual. O VSG é de 105 mm na 1ª hora. O diagnóstico mais provável para este paciente é:
Um paciente de 57 anos, portador de hipertensão controlada, encontra-se em pré-operatório de colectomia direita. A sua classificação, segundo a American Society of Anesthesiologists (ASA), é:
Compartilhar