Questões na prática

Psiquiatria

Sobre o delirium, que pode ocorrer em até 80% dos pacientes em ventilação mecânica, é correto afirmar:

A
As características básicas para diagnóstico do delirium são a flutuação aguda do nível de consciência e a desatenção.
B
O delirium não está associado ao aumento da mortalidade, apenas a um maior tempo de internamento na UTI.
C
O delirium manifesta-se de forma lenta, frequentemente não é reconhecido e normalmente termina tão logo a sua causa é resolvida.
D
A maioria dos pacientes manifesta um delirium hiperativo, caracterizado por agitação psicomotora.
E
O tratamento do delirium deve ser feito com drogas antipsicóticas. A associação com benzodiazepínicos está contraindicada.
Paciente vítima de grave desastre (soterramento), com politrauma, está sob ventilação mecânica e pressão expiratória final positiva (PEEP). Do ponto de vista fisiológico, a PEEP irá:
Gestante de 30 semanas interna em trabalho de parto franco, com dilatação cervical de 6 cm, colo fino e centralizado, bolsa íntegra, apresentação cefálica em plano –1 de De Lee e FCF de 136 bpm. Em que pesem os esforços na tentativa de inibir a contratilidade uterina, o trabalho de parto evoluiu para o período expulsivo. Qual a ação mais importante a ser realizada pelo obstetra ao realizar um parto nesta situação?
Mulher, 73 anos de idade, com hipercolesterolemia, apresentou síncope de duração de 5 minutos em domicílio. Filha nega o uso de medicações, exceto sinvastatina e colírio para glaucoma. Esteve no cardiologista há 3 meses, que não recomendou novas medidas. Foi trazida ao PA onde se apresenta confusa, com pulso radial de 36 bpm, com pausas à inspiração. TA: 120 x 60 mmHg, FR: 20 ipm. Mucosas coradas, sem sinais neurológicos de localização ou de irritação meníngea. Pulmões limpos. Ausculta cardíaca mostra bulhas arrítmicas à custa de pausas, que duram até 30 segundos, além de sopro sistólico suave em foco aórtico. O ECG dessa paciente revela presença de onda P em D2, com intervalo PR de 0,13 segundos, períodos de pausa não precedidos de onda P, não múltiplos do intervalo RR, com duração de até 50 segundos e QRS com morfologia normal e eixo de 30 graus. Esses achados são compatíveis com:
Criança, 5 anos de idade, vem há 2 semanas com febre, mal estar e dor nas articulações. Há 8 dias vem apresentando edema em face e MMII, urina escura e em menor quantidade. Ao exame, TA: 140x100 mm/Hg.O exame de urina mostra hemácias +++, proteínas ++, cilindros hemáticos e granulosos. Ureia e creatinina discretamente elevados. Os exames indicados para identificação do agente causal dessa patologia são:
Compartilhar