Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Sobre o rastreamento do câncer colorretal, considere as assertivas abaixo: I - O diagnóstico de pólipo benigno à sigmoidoscopia indica que se deve realizar avaliação do cólon por inteiro por meio de colonoscopia. II - O exame de sangue oculto nas fezes feito em amostras reidratadas apresenta taxas de falsa positividade suficientes para tornar sem utilidade o teste. III - O tipo histológico de um adenoma encontrado à colonoscopia de rastreamento determina o intervalo para a realização do próximo exame. Quais são corretas?

A
Apenas I.
B
Apenas II.
C
Apenas III.
D
Apenas I e III.
E
I, II e III.
Criança de 10 anos, previamente hígida, há 6 meses vem apresentando episódios recorrentes de fezes diarreicas sanguinolentas, dor abdominal difusa, inapetência e emagrecimento. Ao exame físico, nota-se que não cresceu e que perdeu 15% do peso em?relação à última consulta, realizada há 8 meses. O abdome está distendido, doloroso, principalmente em fossa ilíaca à direita, com descompressão brusca negativa. O hemograma revelou anemia hipocrômica e microcítica, o protoparasitológico e a coprocultura resultaram negativos, e a colonoscopia revelou alterações inflamatórias segmentares de mucosa, com presença de úlceras profundas, acometendo principalmente o cólon proximal e a região ileocecal, intercaladas com áreas de mucosa normal, incluindo o reto. A principal hipótese diagnóstica é:
As indicações de hospitalização em pacientes queimados são, exceto:
Paciente de 58 anos, assintomática, 10 mamografias de rastreamento, cujo diagnóstico foi de B1-RADS 4C por area de 2 centímetros com microcalcificações pleomórficas retroareolar à esquerda. O exame-físico e ultrassom das mamas estavam normais. A paciente deve então ser orientada da seguinte forma:
Paciente cirrótico Child C vem ao PS com queixa de queda do estado geral, dor abdominal e dispneia progressiva. Ao exame apresenta-se emagrecido, descorado +/4+, pulmões com murmúrio vesicular diminuídos em bases sem RA e com ascite volumosa. Foi realizada paracentese de alívio na sala de emergência com saída de líquido amarelado. O exame do líquido ascítico teve o seguinte resultado: Aspecto = claro; cor = amarela; ph = 6,9; 50 mil hemácias/mm³; Leucometria: 600 leucócitos/mm³ com 90% de polimorfonucleares. Com base neste quadro, seu diagnóstico e conduta serão:
Compartilhar