Questões na prática

Clínica Médica

Nefrologia

Sobre os conhecimentos relacionados à hiperplasia benigna da próstata (HBP). Qual das alternativas abaixo está em desacordo com os conhecimentos atuais?

A
Consiste na proliferação dos ácinos das glândulas periuretrais submucosas e zona central da próstata.
B
Estima-se que 25% dos homens com mais de 50 anos de idade tenham HBP sintomática
C
A HPB se manifesta geralmente a partir da quarta década da vida, com aumento exponencial de sua incidência e sintomas a partir desse período.
D
Alguns estudos mostram que 50% a 60% do peso da próstata com hiperplasia é representado pelo crescimento do estroma e apenas 12-20% corresponde ao tecido glandular.
E
Estima-se que é quatro vezes maior o risco em parentes em primeiro grau.
Com relação à cianose da criança em cardiopatia congênita é, correto afirmar:
Lactente de 1 ano e 6 meses, com diagnóstico prévio de Tetralogia de Fallot, em uso de propranolol. Trazido ao pronto socorro pela mãe, pois ficou roxinho, após aplicação da vacina BCG no posto de saúde. Ao exame encontrava-se cianótico 3+/4+, agitado e chorando. Foi colocado em oxigenoterapia. FC = 176 bpm, pulsos fortes e perfusão limítrofe. FR = 36 ipm, esforço leve a moderado, pulmões limpos. O fígado não era palpável e o abdômen era flácido. Referente ao caso, está correta a seguinte afirmativa:
J.C.S., sexo masculino, 64 anos, recorreu ao Hospital São Paulo em Junho de 2002 na sequência de hematêmeses e melenas com 24 horas de evolução, acompanhadas de um episódio de lipotímia. Neste intervalo de tempo, negava dor abdominal, precordialgia, dispneia e "alterações do trânsito intestinal". Negava consumo de AINEs e terapêutica com agentes anticoagulantes. O doente referia a realização de by-pass aortobifemoral por aneurisma da aorta, intervenção realizada em 1998; e ainda HA controlada com antagonistas dos canais de cálcio. Apresentava-se consciente e colaborante, com palidez de pele e mucosas, hemodinamicamente estável, sem alterações na ausculta cardiopulmonar, bem como no exame abdominal, verificando-se a existência de melenas no toque retal. Analiticamente destacava-se anemia normocrômica normocítica (Hb: 10,5 g/dl - N:12,0 - 15,0 g/dl) e leucocitose com neutrofilia (21,000/L- N:4000 -11,000 - com 86% de PMN). O valor do azoto ureico era normal (8 mg/dl - N:4-16 mg/dl). Foi submetido à endoscopia digestiva alta que além de constatar a existência de sangue digerido e coágulos no lúmen gástrico, verificou uma lesão na 3ª porção do duodeno na qual se observava um coágulo aderente e, na sua porção mais inferior um segmento de uma malha metálica. Qual o seu diagnóstico e melhor conduta?
A oclusão arterial crônica dos membros inferiores é patologia vascular progressiva, debilitante e com incidência crescente com a idade. Analise as afirmativas abaixo e assinale a alternativa INCORRETA: I. A principal expressão clínica é a claudicação intermitente, podendo ser associada a alteração de fâneros, atrofia muscular e diminuição da amplitude dos pulsos periféricos. II. O tabagismo acentuado é causa frequente, principalmente quando associado a diabetes e dislipidemias, sendo essencial a sua interrupção para o tratamento adequado. III. Podemos observar a associação de claudicação inicialmente em musculatura da coxa e glúteos e impotência sexual em homens. IV. A gangrena é complicação grave e pode evoluir para amputação. V. Endarterectomias, enxertos arteriais e angioplastia transluminal são opções de tratamento cirúrgico.
Compartilhar