Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

Sobre prolapso dos órgãos pélvicos, assinale o grupo de assertivas totalmente corretas: 1- As estruturas de sustentação pélvica incluem: os músculos e o tecido conjuntivo do assoalho pélvico, o tecido fibromuscular da parede vaginal e o tecido conjuntivo endopélvico. 2- Considerando os acessos para a correção cirúrgica das distopias, somente são usadas as vias vaginal e laparoscópica. 3- O reparo para vaginal consiste em refixar o sulco vaginal lateral à fáscia do músculo obturador interno e arco tendíneo da fáscia pélvica. 4- O hiato genital é medido do centro do meato uretral externo até à linha média himenal (classificação POP-Q). 5- O corpo perineal é medido da linha média himenal até a junção cutâneo-mucosa.

A
1, 4 e 5.
B
3, 4 e 5.
C
5, 3 e 2.
D
1, 3 e 5.
E
1, 3 e 4.
Considerando a importância da avaliação clínica e laboratorial pré-operatória no preparo de pacientes para operações eletivas, julgue o item a seguir. Se um paciente relatar casos de membros da família que apresentaram demora do efeito anestésico, isso poderá levar o anestesiologista a evitar o uso de succinilcolina como estratégia anestésica desse paciente.
Acerca da avaliação e do tratamento de pacientes politraumatizados, julgue o item subsequente. A ausência de ruídos hidroaéreos na ausculta abdominal não é patognomônica de lesões intra-abdominais.
Considerando um paciente de 26 anos de idade, vítima de trauma abdominal com lesão esplênica e pancreática e indicação de esplenectomia e pancreatectomia, julgue o item a seguir. Caso a pancreatectomia caudal seja indicada, o cirurgião deve estar atento à vascularização dessa região do pâncreas, que é irrigada por ramos hepáticos e gastroduodenais.
Considerando a importância da avaliação clínica e laboratorial pré-operatória no preparo de pacientes para operações eletivas, julgue os itens a seguir. Se um paciente relatar casos de membros da família que apresentaram demora do efeito anestésico, isso poderá levar o anestesiologista a evitar o uso de succinilcolina como estratégia anestésica desse paciente.
Compartilhar