Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia do Trauma

Sobre trauma no sistema genitourinário, assinale a alternativa correta:

A
Na secção do pedículo renal (Grau V), geralmente não há hematúria macroscópica.
B
O mecanismo de desaceleração tem pouca relação com lesão renal no trauma.
C
O ferimento penetrante é o trauma renal mais comum, sendo seu tratamento cirúrgico.
D
O exame diagnóstico na chegada de um paciente com suspeita de lesão de uretra anterior é a urografia excretora.
E
O tratamento adequado ao paciente vítima de politraumatismo, estável hemodinamicamente, com tomografia evidenciando hemorragia perinefrética com ruptura renal sem lesão hilar é a nefrectomia.
Na Hepatite C, são considerados fatores preditivos de boa resposta ao tratamento com Interferon e Ribavirina, EXCETO:
Os micro-organismos isolados com maior frequência nos casos de diarreia aguda na população frequentadora de creche, são:
Homem de 35 anos, sem doenças sistêmicas, comparece ao Pronto-Socorro apresentando epistaxe importante. Traz consigo uma toalha bastante suja de sangue. Ao exame físico, observa-se epistaxe ativa de apenas uma narina, ausência de sangue na rinofaringe à oroscopia. Após limpeza dos coágulos, observou-se o ponto sangrante. Procedeu-se à instilação de anestésico e vasoconstritor, seguido de compressão local por 10 minutos, sem êxito. Qual o próximo passo recomendado com o objetivo de interromper o sangramento do paciente?
Recém-nascido a termo , de mãe primípara, sem intercorrências no pré-natal e no parto, com 6 horas de vida, está tendo dificuldade com a amamentação. Criança não urinou nem evacuou. Ao exame, o único sinal observado foi icterícia em face e parte superior do tronco. O diagnóstico provável e a conduta são:
Compartilhar