Questões na prática

Clínica Médica

Neurologia

Todas as alternativas abaixo fazem parte da lista de preocupações no manejo clínico do AVC isquêmico na sua fase aguda. Exceto:

A
Controle da glicemia buscando manter seu valor acima de 80 e abaixo de 180 mg/dl.
B
Iniciar AAS de 200 a 500 mg/dia nas primeiras 48 horas pós ictus.
C
Controle da pressão arterial buscando atingir os mesmos valores que seriam normais para o paciente antes do ictus.
D
Medidas de profilaxia de infecção (por exemplo broncoaspiração) e preocupação com a temperatura (por exemplo manejo precoce da hipertermia / febre se ocorrer).
E
Fisioterapia motora
Criança com 5 anos de idade, sofre queda de escada enquanto corria. Em horas apresenta progressivamente hemiparesia direita, letargia e afasia. Identifique o(s) provável(eis) fator(es) etiológico(s) para o seu déficit. 1- Trombose da artéria carótida interna. 2- Aneurisma dissecante da artéria carótida. 3- Êmbolo séptico de origem cardíaca. 4- Abscesso retrofaríngeo. É(São) fator(es) etiológico(s):
Você avaliou uma criança do sexo masculino de 11 meses, recebendo leite de vaca desde os 2 meses, com o seguinte quadro clínico: infecções recorrentes, geralmente por bactérias capsuladas (otites, pneumonias), eczema, sibilância de repetição, história de sangramento quando foi submetido a postectomia e episódios de diarreia com sangue. O hemograma revela trombocitopenia com plaquetas diminuídas no seu tamanho. O seu diagnóstico para essa criança é:
Sobre as porfirias, identifique as afirmativas abaixo como verdadeiras (V) ou falsas (F). ( ) A porfiria intermitente aguda se caracteriza por episódios intermitentes de manifestações abdominais (dor/náuseas e vômitos) e sintomas neurológicos (fraqueza proximal). ( ) A porfiria intermitente aguda tem como seu principal desencadeador a exposição solar. ( ) O tratamento da porfiria intermitente aguda se baseia nas flebotomias, que devem ser feitas mensalmente. ( ) O uso de cloroquina em baixas doses é efetivo no tratamento da porfiria cutânea tarda. Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta, de cima para baixo.
Ao realizar atendimento em uma sala de parto, nasce uma criança com peso estimado em 3,5 kg, banhada em mecônio, hipotônica, cianótica e em apneia. Após visualização da traqueia e aspiração do mecônio pela cânula por duas vezes, o paciente recebe ventilação com ambu e cânula com oxigênio a 100%. A criança permanece bradicárdica (FC < 60 bpm), cianótica e em apneia. É iniciada massagem cardíaca, enquanto se oxigena. Após 30 segundos, ela permanece em assistolia e é medicada com adrenalina endovenosa no total de 3 doses com intervalos de 5 minutos entre as doses. Após a terceira dose, a criança permanece sem apresentar nenhuma resposta. Qual a conduta a ser tomada a seguir? (FLEISHER, Ludwig. Textbook of pediatric emergency medicine)
Compartilhar