Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Tornam o diagnóstico de pneumocistose improvável, EXCETO:

A
tomografia de tórax normal.
B
bacterioscópico direto do escarro negativo.
C
capacidade de difusão de CO normal.
D
DHL normal.
E
CD4 acima de 300 cel/microL.
Escolar de 8 anos de idade, após rash grosseiro e pruriginoso, apresenta edema abrupto, hipertensão arterial, dispneia, oligúria, hematúria macroscópica e proteinúria discreta. Os exames mais importantes para o diagnóstico e acompanhamento do prognóstico seriam:
Mulher branca, com 34 anos de idade, procura ambulatório do SUS com queixa de fraqueza e palidez há três meses, chegando a desmaiar por duas vezes, alterações do apetite e no sono. Ao exame físico, apresentava mucosas descoradas e edema de membros inferiores até os joelhos. Os exames laboratoriais revelaram anemia normocrômica mormocítica, série branca normal e plaquetas normais. A creatinina era 1,7 mg %, ureia de 78 mg%, T4 livre e TSH normais, eletroforese de proteínas plasmáticas com albumina baixa e pico monoclonal na região da gama globulina. A proteinúria de 24 horas apresentou grade de cadeias leves de imunoglobulinas do tipo Kappa. Na elucidação diagnóstica do caso é fundamental pedir:
Prematuro de 32 semanas de idade gestacional nasceu de parto transvaginal, com tempo de bolsa rota de 48 horas. Nas primeiras horas de vida, desenvolve quadro clínico e laboratorial compatível com sepse neonatal. O exame do líquor revela 2400 células com 100% de polimorfonucleares, glicose de 23 mg/dl (glicemia = 160 mg/dl) e proteína de 56 mg/dl. Qual o esquema antimicrobianao inicial mais adequado para o caso?
Recém-nascido do sexo feminino apresentando fissuras palpebrais curtas, implantação baixa de orelhas, mandíbula pequena, esterno curto, pés em mata borrão e dedos sobrepostos com punhos cerrados, foi avaliado e a suspeita diagnóstica é de Síndrome de Edwards (trissomia do 18). A cardiopatia congênita mais comumente associada a esta síndrome é:
Compartilhar