Questões na prática

Clínica Médica

Pneumologia

Hematologia

Trombofilia é um estado adquirido ou hereditário, que altera os mecanismos normais de hemostasia, predispondo o indivíduo à ocorrência de trombose venosa ou arterial. Qual alternativa abaixo contém apenas exames que podem ser solicitados na investigação das trombofilias, na vigência da trombose ou em anticoagulação, sem sofrer interferência na acurácia dos resultados?

A
Anticoagulante lúpico e proteína C.
B
Fator V de Leiden e anticorpo antifosfolipídeo.
C
Proteína S e antitrombina III.
D
Nível do fator VIII e mutação do gene da protrombina.
E
Proteína C e fator V de Leiden.
Paciente do sexo masculino, 19 anos, 76 kg, previamente hígido, foi submetido à apendicectomia no tratamento de apendicite inicial não complicada. Recebe alta hospitalar em boas condições, após ter recebido três doses pós-operatórias de 1 g de cefazolina EV a cada 8h. A partir do 4º dia pós-operatório evolui com episódios de febre baixa, sem outros sintomas. No 7º dia pós-operatório retorna para controle ambulatorial, quando se observa abaulamento, hiperemia, edema, hipersensibilidade e calor na ferida operatória. Dentre as opções terapêuticas abaixo listadas, assinale aquela que representa a MELHOR CONDUTA no tratamento da complicação pós-operatória acima citada:
A causa mais comum de hemorragia gastrointestinal aguda baixa em pacientes menores de 30 anos é:
Na questão a seguir encontram-se afirmações sobre o tema proposto. Teste o seu conhecimento escolhendo a alternativa que contenha 3 afirmações verdadeiras. Tema: Principais complicações cirúrgicas - PARTE I: I-Aspiração pulmonar é uma complicação evitável na maioria dos casos, entretanto sua ocorrência, quando associada à pneumonia, se relaciona a altas taxas de mortalidade. II-Atelectasia é uma complicação pulmonar pouco frequente. Sua incidência é maior em portadores de doença pulmonar preexistente, idosos e obesos. III-Infecção urinária é a complicação infecciosa mais frequente no pós-operatório. IV-O tratamento do íleo pós-operatório funcional é de suporte. Jejum, reposição hidroeletrolítica e colocação de sonda nasogástrica são medidas iniciais que respondem com sucesso na maioria dos casos. V- A causa de febre mais comum nas 72 primeiras horas de pós-operatório é atelectasia pulmonar e, entre 5º e 8º dia, infecção do sítio cirúrgico. VI-Seroma é uma coleção de sangue ou coágulo na ferida e é a complicação de ferida operatória mais comum. A alternativa que contém três afirmações corretas é:
Adolescente de 17 anos, sexo feminino, procura consulta por estar apresentando desmaios e tosse há 40 dias. Relata três episódios de perda de consciência, de rápida duração, astenia moderada e diminuição de apetite há 10 dias. Ao exame: palidez cutâneo mucosa, emagrecida, FR: 36 irpm; FC:78bpm; PA:120x70; discreta turgência de jugulares; fígado e baço não palpáveis. Radiografia tórax: massa mediastinal à esquerda com compressão da Carina. A hipótese diagnóstica é:
Compartilhar