Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Pneumologia

Dermatologia

TUBERCULOSE. Assinale a resposta correta:

A
A TB pleural frequentemente é transmitida pela eliminação do BK através das vias aéreas do paciente doente.
B
TB pleural é a forma mais comum de tuberculose em indivíduos imunocompetentes, depois da TB pulmonar.
C
O tratamento da TB pleural com derrame pleural consiste na drenagem torácica, não sendo necessários os 6 meses de tratamento com drogas antituberculosas.
D
Indivíduos que tem contato próximo de um paciente com TB pulmonar bacilífera, mesmo apresentando RX tórax normal e assintomáticos devem ser tratados por pelo menos 2 meses com rifampicina.
E
Não devemos tratar os pacientes suspeitos de TB pulmonar quando o exame de escarro apresentar BAAR de apenas uma cruz (BAAR + = pouca quantidade de bacilos na amostra analisada), e sim, quando apresentar pelo menos duas cruzes (BAAR ++ = media quantidade de bacilos na amostra analisada).
Homem de 80 anos vai ao consultório médico referindo indisposição e hiporexia de início há três meses. Faz uso de Sinvastatina e Doxazosina para tratamento de dislipidemia, hipertensão arterial e hiperplasia prostática benigna de longa data. Fez um hemograma que mostrava: Ht 29%; VCM 82 fl; RDW 14%; série branca e plaquetária normais; e tinha um VHS de 42 mm. Ao exame clínico, estava levemente descorado e emagrecido, sem outras alterações. A causa mais provável da anemia desse paciente é
Os primeiros indícios da existência da tuberculose na humanidade remontam:
Com relação às lesões do trato genitourinário em acidente de automóvel pode-se afirmar que:
A comunicação interventricular é a cardiopatia congênita mais comum. A doença pode evoluir com fechamento espontâneo, hipertensão pulmonar ou estenose pulmonar. No fechamento espontâneo e na hipertensão pulmonar há o desaparecimento do sopro. Qual o sinal clínico que melhor diferencia estas duas evoluções?
Compartilhar