Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

Um casal procura o serviço de planejamento familiar, pois não desejam mais filhos. Ambos têm 30 anos, saudáveis, com 2 filhos do sexo masculino, partos cesáreos, de 11 e 7 anos. A mulher tem antecedente de câncer de mama (avó paterna) e é fumante de 2 a 3 cigarros ao dia. Qual das alternativas abaixo é correta?

A
Há contraindicação nível 4 da Organização Mundial da Saúde para contracepção hormonal combinada.
B
Após 60 dias do consentimento do casal, pode-se recorrer à esterilização cirúrgica.
C
A vasectomia pode ser realizada ambulatorialmente, respeitando-se o prazo de 30 dias para avaliação psicossocial.
D
O DIU não deve ser empregado nessa situação pelo risco elevado de perfuração uterina durante a inserção, no local da cicatriz da cesárea.
E
O uso de acetato de medroxiprogesterona intramuscular a cada 3 meses é recomendado pela baixa incidência de efeitos colaterais, como irregularidade menstrual.
Em relação à semiologia do membro superior, é VERDADEIRO:
Enfocando-se o tema “crises convulsivas e epilepsia”, analise as afirmativas abaixo e assinale a alternativa CORRETA.
Homem, com 23 anos de idade, mototaxista, sofre acidente motociclístico por colisão com carro em alta velocidade. Seu corpo foi lançado aproximadamente a 20m e o capacete, ejetado. Foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros com colocação de colar cervical, uso de prancha longa, imobilização e oxigenioterapia. Ao dar entrada na unidade de emergência na qual você é plantonista, 11 minutos após o acidente, apresentava-se agitado, agressivo, com saturação de oxigênio, aferida em oximetria de pulso, de 88%. O exame físico identificou murmúrio vesicular presente e roncos discretos na base de pulmão direito; pulso radial=105 bpm; abdome sem escoriações e indolor à palpação; deformidade em coxa direita e à palpação do crânio, apresentava afundamento de aproximadamente 0,5cm, associado a ferimento corto-contuso de 5cm de extensão, em região têmporo-parietal direita. Avaliação pela escala de coma de Glasgow=8. Pupilas fotorreagentes, sem anisocoria. Qual a conduta imediata a ser adotada para este paciente?
Uma criança nascida de parto cesáreo, a termo, com Apgar 8/9, pesando 3500g, apresenta, nas primeiras 24 horas de vida, cianose associada com desconforto respiratório. Durante o exame físico, o recém-nascido encontra-se cianótico, taquidispneico (Frequência respiratória=65 irpm), taquicárdico (Frequência cardíaca=160bpm), com retrações subdiafragmáticas e intercostais. A ausculta pulmonar é normal e não é observada a presença de sopro à ausculta cardíaca. A saturação de oxigênio inicial era de 70% antes, passando a 72% após iniciar a oxigenoterapia com FiO2 de 100%. Foi feita a hipótese diagnóstica de cardiopatia congênita, sendo solicitados radiografia de tórax e ecocardiograma. A radiografia de tórax mostrou área cardíaca aparentemente sem alterações e aumento da trama pulmonar. O ecocardiograma não pôde ser realizado. A hipótese diagnóstica principal e a conduta terapêutica indicada são, respectivamente,
Compartilhar