Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Um casal tem um de seus 5 filhos hospitalizado com diagnóstico de meningite meningocócica. Que medida profilática deve ser obrigatoriamente tomada para que não ocorram casos secundários da doença, considerando que a criança doente tem cinco anos e os outros irmãos têm 3, 7, 13 e 14 anos?

A
Rifampicina para todos os contactantes domiciliares.
B
Ampicilina para os contactantes domiciliares com menos de 12 anos.
C
Cefalosporina de 3ª geração para os contactantes domiciliares acima de 12 anos.
D
Cefalosporina de 3ª geração para os contactantes domiciliares abaixo de 12 anos.
E
Amoxicilina para todos os contactantes domiciliares.
Lactente, 2m, apresenta febre há 12 horas (2 picos medidos de 38,3ºC). Mãe nega outras queixas. Aleitamento materno exclusivo. Vacinação atualizada há 18 horas: Hepatite B, Sabin, DPT, Haemophilus influenzae tipo B e Rotavírus. Exame físico: T= 39°C, sem outras alterações. A CONDUTA É:
Assinale a alternativa que responde CORRETAMENTE à pergunta a seguir. Paciente feminina, 30 anos de idade, comerciante, admitida na emergência de hospital geral apresentando dor no peito, sensação de sufocamento, tontura, coração acelerado e tremores. Refere ser o segundo episódio neste mês, sem histórico de transtorno psiquiátrico. Após a exclusão de doenças orgânicas, qual o diagnóstico mais provável?
A síndrome cerebral orgânica aguda ou delirium pode ser desencadeada por alguns medicamentos como:
Dados maternos: 15 anos / 04 consultas de pré-natal/ DUM: 30/03/2015 / USG (11/05/2015): 8 semanas. Doença hipertensiva específica da gestação (DHEG), em uso de metildopa 250 mg 8/8 h nas últimas 2 semanas. Nega outras patologias na gestação. Uso de sulfato ferroso e ácido fólico na gestação. Sorologias 2º trimestre: HIV, VDRL, Hepatite B e C, Toxoplasmose - negativas. Rubéola e CMV imune. Dados do parto: Data: 02/12/2015 22h Parto Cesárea/DHEG Amniorrexe: 24h Peso nascimento: 1980g IG (capurro): 37s. Logo ao nascer, o RN foi imediatamente avaliado pelo médico responsável pela assistência em sala de parto, que observou o seguinte quadro: FC: 80 bpm, apnéia, hipotonia generalizada, ausência de reflexos e extremidades cianóticas. Foi mantido calor radiante sobre o RN, posicionada a cabeça de forma adequada e aspirado as vias aéreas, porém, ao final dos primeiros 30 segundos de vida o RN ainda mantinha o mesmo quadro. De acordo com o Programa de Reanimação Neonatal, qual deve ser a próxima conduta do médico?
Compartilhar