Questões na prática

Pediatria

Pediatria Geral

Um escolar de 10 anos, há 9 dias apresentou episódio de amigdalite com exsudato e intensa linfadenomegalia, que foi acompanhada de dor abdominal leve e febre de 38ºC por 4 dias. Hoje, 3 dias após a febre ter passado e as adenomegalias terem reduzido, ele foi andar de bicicleta, quando bateu na calçada e caiu. Logo após, apesar da queda leve, começou a apresentar dor abdominal intensa e foi levado à Emergência, onde apresentou TA = 90x40mmHg, FC - 130bpm, palidez cutânea e abdômen distendido. Qual a hipótese diagnóstica mais provável?

A
Vasculite pós-infecciosa.
B
Reação vaso-vagal, pós-estreptococos.
C
Complicação de Mononucleose Infecciosa.
D
Rutura de jejuno, que pode ocorrer após processo infeccioso.
No que diz respeito às hérnias inguinais, pode-se afirmar:
Entende-se por “ÍLEO BILIAR”:
Paciente vítima de trauma contuso abdominal, deu entrada na sala de emergência pelo SAMU – Suporte Básico de Vida – com F.C.: 130 bpm, P.A.: 100 x 60 mmHg, F.R.: 20 ipm. A equipe de atendimento pré-hospitalar informa que foram pegos dois acessos venosos periféricos e infundido 1 000 mL de SRL durante o deslocamento. Durante o atendimento intra-hospitalar foram infundidos mais 1 000 mL da mesma solução cristalóide aquecidos a 39 ºC. Na reavaliação da etapa de reanimação, paciente apresentou F.C.: 140 bpm, P.A.: 90 x 40 mmHg, F.R.: 24 ipm. Pode-se afirmar que:
Homem, 60 anos, diabete melito tipo 2, hipertenso de longa duração, fumante com baixa adesão ao tratamento anti-hipertensivo . É atendido na emergência com PA = 250 x 150 mmHg, cefaleia intensa, visão borrada, vômitos e crise convulsiva. Fundo de olho evidencia edema de papila. Em relação ao diagnóstico e conduta, é correto afirmar que se trata de
Compartilhar