Questões na prática

Pediatria

Pediatria Geral

Um escolar de 10 anos, há 9 dias apresentou episódio de amigdalite com exsudato e intensa linfadenomegalia, que foi acompanhada de dor abdominal leve e febre de 38ºC por 4 dias. Hoje, 3 dias após a febre ter passado e as adenomegalias terem reduzido, ele foi andar de bicicleta, quando bateu na calçada e caiu. Logo após, apesar da queda leve, começou a apresentar dor abdominal intensa e foi levado à Emergência, onde apresentou TA = 90x40mmHg, FC - 130bpm, palidez cutânea e abdômen distendido. Qual a hipótese diagnóstica mais provável?

A
Vasculite pós-infecciosa.
B
Reação vaso-vagal, pós-estreptococos.
C
Complicação de Mononucleose Infecciosa.
D
Rutura de jejuno, que pode ocorrer após processo infeccioso.
Paciente de 15 anos de idade, sexo masculino, durante uma evacuação na escola, notou sangramento retal. A colonoscopia revelou incontáveis pólipos no cólon e no reto e o laudo histopatológico da biopsia de um destes pólipos confirmou pólipo adenomatoso. O pai dele morrera aos 54 anos devido a um sangramento retal. A conduta mais apropriada, neste caso, é:
Paciente de 62 anos de idade, sexo feminino apresentou prurido intenso na região perianal há seis meses. Procurou o serviço público de saúde não sendo atendida por diversas vezes. No momento, refere hematoquesia de repetição e dor na região perineal com perdas espontâneas de fezes nas vestes. Ao exame físico, encontramos extensa lesão ulcero-infiltrativa do canal anal e incontinência fecal e o laudo histopatológico confirmou carcinoma espinocelular. A melhor conduta, neste caso, é:
São características do abscesso piogênico do fígado:
Paciente 25 anos, sexo feminino, referiu dor no hipocôndrio esquerdo. Tomografia computadorizada revelou lesão cística de 10,0 cm de diâmetro no baço. Após a esplenectomia, a imuno-histoquímica marcava tanto para CEA como para CA19.9. Neste caso, trata-se de:
Compartilhar