Questões na prática

Clínica Médica

Pediatria

Endocrinologia

Pediatria Geral

Um garoto de 13 anos se apresenta ao pediatra para uma visita. Ele está bem, mas durante o ano passado, ele cresceu mais de 10 cm e há relato de sua mãe que ele tem se queixado de dores de cabeça e dores “ósseas" (sic) ao longo dos últimos meses. Seu exame genital revela testículos pequenos e uma ausência de pelos pubianos. O restante do seu exame é normal. Baseado nesses achados, o diagnóstico mais provável é:

A
acromegalia.
B
excesso de andrógenos.
C
alta estatura constitucional.
D
síndrome de Marfan.
E
gigantismo hipofisário.
Homem de 60 anos é avaliado durante plantão. Está internado há 4 dias para tratamento de neutropenia febril e há 36 horas não apresenta diurese. Exame físico evidenciou mucosas algo ressecadas e taquicardia leve (110 bpm). Sondagem vesical extraiu mínima quantidade de urina (< 10 ml). Além de outras condutas, é solicitada a correção da dose do antibiótico em uso para a função renal. O paciente pesa 60 kg, tem 1,60 m de altura. Exame da urgência mostra creatinina = 2,5 mg/dl. Com base nos dados expostos, assinale o item que contenha o clearance de creatinina deste paciente.
Um neonato de 6 dias de idade é levado para a emergência de um hospital por causa de cianose e letargia. O bebê nasceu de parto vaginal espontâneo e foi liberado para casa sem complicações, com dois dias de vida. O bebê foi encontrado em seu berço hoje com coloração azulada. Ao exame, a temperatura é de 36°C, a pressão arterial está 70/30 mmHg, a frequência respiratória é de 40 ipm, e o pulso é 180 ppm. Há também hepatomegalia marcante, pulsos periféricos fracos, e sopro sistólico ++/6+. O problema cardíaco congênito mais provável é:
A ausência de hemácias com corpos de Howell-Jolly, no pós-operatório de esplenectomia, sugere:
Em relação à transmissão da hanseníase são consideradas formas fechadas:
Compartilhar