Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia do Trauma

Um homem, 16 anos, sofre acidente automobilístico com trauma contuso torácico e abdominal. No local do acidente a PA sistólica é de 80 e a frequência cardíaca (FC) de 120. Evolui com queda da PA sistólica para 60 e aumenta FC para 140. Apresenta distensão de veias cervicais e murmúrio vesicular bilateral. O diagnóstico mais provável na questão acima é:

A
Laceração traqueal.
B
Pneumotórax hipertensivo.
C
Lesão de veia cava retro-hepática.
D
Contusão miocárdica e choque cardiogênico.
E
Tamponamento pericárdico.
Um homem de 48 anos, assintomático, com IMC = 25 kg/m², sem antecedentes mórbidos significativos, sem história de ingesta excessiva de bebidas alcoólicas, apresenta como única alteração em check-up anual, a presença de ácido úrico = 9,0 mg/dl. A melhor conduta é:
Em relação à fase proliferativa da cicatrização, é INCORRETO afirmar:
Uma gestante é admitida em trabalho de parto, pós-data, com rotura artificial de membranas com 6 cm de dilatação e líquido amniótico meconial. Uma hora após a internação observaram-se alterações da monitoragem fetal, quando foi indicado parto operatório. Recém-nascido com impregnação de mecônio na pele, ativo, chorou ao nascer e apresenta respiração regular, com discreta cianose de extremidades. Neste momento o pediatra deve:
A respeito da hepatite A e suas manifestações, pode-se afirmar que:
Compartilhar