Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia do Trauma

Um homem, 16 anos, sofre acidente automobilístico com trauma contuso torácico e abdominal. No local do acidente a PA sistólica é de 80 e a frequência cardíaca (FC) de 120. Evolui com queda da PA sistólica para 60 e aumenta FC para 140. Apresenta distensão de veias cervicais e murmúrio vesicular bilateral. O diagnóstico mais provável na questão acima é:

A
Laceração traqueal.
B
Pneumotórax hipertensivo.
C
Lesão de veia cava retro-hepática.
D
Contusão miocárdica e choque cardiogênico.
E
Tamponamento pericárdico.
Menino, 10 anos, apresenta astenia, mau desempenho escolar, insônia há 03 meses. Exame físico: mucosas hipocoradas RCR 2T, BNF, FC 106 bpm. Considerando a hipótese diagnóstica, a alteração mais provável no hemograma é:
Gestante de 30 semanas apresenta-se com feto masculino, oligoâmnio, uretero-hidronefrose Grau IV bilateral e bexiga dilatada. A HIPÓTESE DIAGNÓSTICA E CONDUTA PÓS-NATAL SÃO:
Uma menina de 9 anos apresenta-se com edema doloroso na superfície anterior das pernas, que persiste há cerca de três dias. O exame revela nódulos eritematosos sensíveis, com 1-2 cm de diâmetro, nas superfícies extensoras das pernas. O restante do exame físico é irrelevante. Quais dos seguintes exames complementares têm probabilidade de confirmar a causa dessas nodosidades?
Qual dos seguintes achados na história e exame físico da criança portadora de constipação intestinal NÃO é sugestivo de doença de Hirschsprung?
Compartilhar