Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Um homem branco de 60 anos de idade relata dor na fossa ilíaca esquerda, fezes amolecidas e febre. Ele não tem história patológica pregressa significativa. O exame físico revela sinais vitais normais, exceto por temperatura de 38,7 ºC e dor à palpação na fossa ilíaca esquerda. Existe defesa na fossa ilíaca esquerda, mas não se pode palpar uma massa definida. A avaliação laboratorial é normal, exceto por uma contagem de leucócitos de 15.000. A rotina para abdome agudo é normal. São partes razoáveis de uma terapia inicial, EXCETO:

A
terapia empírica com antibióticos de amplo espectro.
B
parecer da cirurgia.
C
clister opaco.
D
tomografia axial computadorizada do abdome.
E
retossigmoidoscopia.
Acerca do planejamento familiar e infertilidade conjugal, julgue o seguinte item. Os anticoncepcionais orais combinados contêm estrogênio e progestógeno em diferentes doses e esquemas posológicos. Constituem um grupo farmacológico que, além de excelente eficácia contraceptiva, auxilia na profilaxia de doenças sexualmente transmissíveis.
Assistência adequada ao parto é fundamental para o bom prognóstico materno-fetal. Acerca desse assunto julgue o item que se segue. A verificação de mecônio no período expulsivo, mesmo na ausência de sinais de asfixia fetal com desaceleração tardia, é indicativo de sofrimento fetal e exige conduta intervencionista imediata.
No item subsequente, é apresentada uma situação hipotética acerca de pediatria neonatal, seguida de uma assertiva a ser julgada. Um neonato vigoroso foi classificado como a termo e pequeno para a idade gestacional. Na história clínica materna, a única observação digna de nota era que a mãe estava abaixo do percentil 3 da curva de peso para a idade gestacional. Foi acolhido no alojamento conjunto há sexta hora após o nascimento. Com doze horas de vida, a criança não estava sugando bem, apresentava cianose perioral, sudorese e tremores finos de extremidades. Nessa situação, o diagnóstico mais provável é de hipocalcemia neonatal precoce.
Adolescente masculino, com 16 anos e 6 meses de idade, refere aumento de peso há 7 anos com deposição de gordura em giba dorsal, abdome e membros. Apresenta ingestão alimentar excessiva e atividade física ausente. Pais e irmãos são obesos. Exame físico: Peso = 114,3 kg, estatura = 165 cm, IMC (índice de massa corporal) = 42 kg/m² (percentil 95 da curva de IMC para idade e sexo equivalente a 28 kg/m²), níveis pressóricos normais, desenvolvimento pubertário segundo os critérios de Tanner G (genital) 4 e P (pelos) 5, acantose nigricans em nuca e axila, lipomastia, estrias nacaradas em braços, coxas e região lombar. Restante do exame sem alterações. Pode-se afirmar que:
Compartilhar