Questões na prática

Clínica Médica

Reumatologia

Um homem branco de 60 anos relata história de artrite de joelho direito há 05 dias. Há quatro meses teve artrite em tornozelo D e 1º metatarso, sendo medicado em pronto-socorro com anti-inflamatório não hormonal, obtendo alívio completo dos sintomas. Diabético e hipertenso em uso de tiazídico. Sem queixas intestinais ou urinárias. Antecedente de urolitíase em uma ocasião. Ao exame físico, apresentava temperatura axilar de 37,8ºC, artrite de joelho, rubor local em 1º metatarso, ausência de edema nos tornozelos. Sobre o caso acima, assinale apenas a afirmativa CORRETA:

A
Artrite reumatoide é a principal hipótese diagnóstica em um caso de monoartrite aguda recorrente com acometimento de 1º metatarso em pacientes acima de 40 anos, como no caso descrito.
B
No caso descrito, é fundamental a realização de RX de mãos e pés, dosagem do fator reumatoide, dosagem de anti-CCP e ácido úrico para definir a artrite reumatoide desse paciente.
C
O quadro sugere uma artrite microcristalina ou por depósito de cristais, que classicamente ocorre em episódios agudos e em indivíduos com comorbidades metabólicas, podendo haver urolitíase prévia.
D
O uso de tiazídicos pode ter precipitado a artrite deste paciente e o nível de ácido úrico sérico é frequentemente elevado no momento da crise aguda de artrite.
E
Leucocitose pode ser encontrada nos exames complementares deste paciente, e juntamente com a febre e o rubor articular podem mimetizar uma artrite séptica, sendo mandatória uma ressonância magnética de joelho para excluir esse diagnóstico diferencial.
Considerando que um paciente de 45 anos de idade seja portador de câncer gástrico tipo 3 na classificação de Borrmann e tenha indicação cirúrgica, julgue o seguinte item. Caso o paciente seja submetido a gastrectomia subtotal, o nervo de Latarjet é preservado.
Considerando a importância da avaliação clínica e laboratorial pré-operatória no preparo de pacientes para operações eletivas, julgue os itens a seguir. O coagulograma completo é dispensável, a menos que haja história pessoal ou familial de coagulopatia ou hepatopatia, em operações de grande porte ou vasculares e em pacientes que fazem uso de drogas que possam alterar a coagulação.
homem de 69 anos, hipertenso, diabético e sem antecedentes psiquiátricos, apresenta no segundo dia após internação por broncopneumonia, quadro de inquietação, alucinações visuais, desorientação temporoespacial, discurso incoerente, déficit de memória de fixação e ideação delirante de cunho paranoide. O quadro oscila durante o dia com períodos de normalidade e de piora, geralmente à noite. O diagnóstico é:
Motociclista de 18 anos acidenta-se com uma corda que o atinge na linha média do pescoço. Chega ao pronto-socorro dispneico e com a voz rouca. Exame físico: edema e enfisema subcutâneo em região cervical, edema de laringe, equimose submucosa e estreitamento da luz. A conduta é:
Compartilhar