Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Um homem com 57 anos tem pressão arterial 68/50mmHg, afebril, frequência cardíaca de 140 bpm, aumento de pressão venosa jugular, estertores e extremidades frias e pegajosas. Qual das seguintes é a etiologia mais provável?

A
Choque séptico
B
Crise adrenaI
C
Choque cardiogênico
D
Choque hipovolêmico
E
Fibrilação atrial crônica
Vinicius, 45 anos, é empresário e viajará para Manaus a trabalho por 6 meses. Queixa-se de rouquidão pela manhã e azia há 4 anos. Sua mãe contava que ele apresentava episódios de diarreia na infância, acompanhados de distensão abdominal, cólica e assaduras (dermatite) persistentes. Na época foram retirados de sua alimentação o leite e seus derivados, sendo permitido o uso de iogurte. Evoluiu sem sintomas até a adolescência quando abandonou a dieta. Ao exame físico está eutrófico. Foram prescritos alguns medicamentos sintomáticos e inibidor de bomba de próton (IBP), proposta a investigação diagnostica e a profilaxia de doenças do viajante Vinicius está assintomático após um mês de tratamento diário com IBP. A endoscopia digestiva mostra esôfago de Barret e a histopatologia afasta displasia. A esofagomanometria revela pressão normal do esfíncter esofagiano inferior e ausência de distúrbios motores. Com relação à quimioprofilaxia de malária deve-se:
A respeito da analgesia epidural pós-operatória, é correto afirmar que:
Em um paciente portador de icterícia obstrutiva em decorrência de neoplasia da cabeça do pâncreas, a substância que deve ser adminstrada no pré- operatório para a correção de possíveis distúrbios de coagulção é :
Mulher de 24 anos apresenta amenorreia há seis meses, sem outras queixas. Refere menarca aos 14 anos, com ciclos regulares até um ano atrás, quando os intervalos começaram a ficar longos. Nunca engravidou. Nega doenças associadas ou uso de medicações. Nega ganho de peso, queda de cabelo, acne ou aumento de pelos. Nega tabagismo. Não pratica atividade física. Ao exame físico, apresenta: altura = 1,50 m, peso = 54,0 kg, PA = 110 x 70 mmHg, mamas sem alterações, abdome indolor à palpação e órgãos genitais externos com pilificação adequada. Ao exame especular, colo uterino epitelizado e secreção vaginal fisiológica. Na investigação diagnóstica, apresentou os seguintes resultados: (VER IMAGEM). Diante do quadro exposto, a melhor conduta é:
Compartilhar