Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Um homem de 25 anos de idade procurou a unidade de emergência devido à importante redução da diurese. No exame físico, constatou-se pressão arterial de 110 x 70 mmHg e durante a inspiração profunda verificou-se que a pressão arterial sistólica era igual a 95 mmHg, frequência cardíaca de 98 bpm, turgência jugular a 45° (com aumento da pressão venosa central - PVC - durante a inspiração), ritmo cardíaco regular, com bulhas hipofonéticas e ruído sistólico semelhante a “ranger de couro novo” em borda external esquerda baixa, sem sopros, pulmões limpos, edemas de membros inferiores (+1/+4), com diurese de 24 horas igual a 80 mL. Resultados de exames laboratoriais: creatinina plasmática = 4,8 mg/dL, ureia plasmática = 110 mg/dL, sódio urinário = 80 mEq/L, osmolalidade urinária = 298 mOsm/kg, fração excretada de sódio (FENa) = 2,3%, potássio plasmático = 5,1 mEq/L. Foi solicitada a realização de eletrocardiograma (ECG) convencional. Considerando as informações apresentadas, julgue o item. O aumento da PVC durante o ato inspiratório observado no exame clínico representa o sinal de Kussmaul.

A
CERTO
B
ERRADO
Paciente apresentando icterícia obstrutiva devido a cálculo biliar, medindo 2,2 cm, impactado no infundíbulo da vesícula fazendo compressão extrínseca do ducto hepático comum. Qual o diagnóstico?
Paciente do sexo masculino, 67 anos, procura atendimento com queixa de astenia e dor em ombro direito que não cedeu com o uso de diversos anti-inflamatórios. Familiares relatam períodos de confusão mental. Ao exame: hipocorado ++/4+, hidratado, anictérico, com FR 32 irpm, FC 110 bpm, PA 140x90 mmHg. Os exames laboratoriais revelam: ureia: 130 mg/dl, creatinina: 3,5 mg/dl, K+: 5,0 mEq/L, Ca++: 13,0 mg/dl, P: 5,0 mg/dl, glicemia: 102 mg/dl, ácido úrico: 8,0 mg/dl, Hm: 2.780.000/mm3, Hcto: 26%, Hb: 10,0 g/dl, plaquetas: 130.000/mm3, proteínas totais: 7,8 g/dl, albumina: 3,2 g/dl, globulina: 4,6 g/dl. A causa mais provável da insuficiência renal é:
Um paciente do sexo masculino, 22 anos, vítima de ferimento por arma branca na região infra-mamária esquerda, dá entrada no Pronto Socorro, apresentando pressão arterial sistêmica de 60×10 mmHg, distensão das veias do pescoço e bulhas cardíacas abafadas. Qual a principal hipótese diagnóstica?
É indicado o uso de trombólise intravenosa em paciente que tenha recebido o diagnóstico de acidente vascular cerebral isquêmico, e que apresente:
Compartilhar