Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Um homem de 56 anos, hipertenso de longa data, queixa-se de cansaço e palpitações há cerca de 1 mês. Está em uso diário de enalapril 20 mg, atenolol 100 mg e hidrocloritiazida 12,5mg. Ao exame clínico encontra-se eupneico, com discreta estase jugular, pulso arrítmico com 100 bpm, PA: 140x90 mmHg, sopro sistólico suave em foco mitral (+/++++), pulmões limpos, fígado não palpável e sem edemas periféricos. ECG atual revelou ritmo de fibrilação atrial sem outras alterações. Apresentava ritmo sinusal no traçado de 4 meses atrás. Realizado ecocardiograma que mostrou discreta dilatação do átrio esquerdo e função contrátil ventricular esquerda conservada (fração de ejeção de 0.55), sem segmentos discinéticos, discreto refluxo das valvas mitral e tricúspide, com pressão arterial pulmonar de 37 mmHg. O melhor procedimento neste caso é:

A
Cardioversão elétrica imediata.
B
Anticoagulação oral permanente.
C
Anticoagulação oral por 3 semanas seguidas de cardioversão.
D
Amiodarona via oral.
E
Ablação da fibrilação atrial por rádio-frequência.
Um paciente desenvolvendo um quadro de celulite de membros inferiores causada por Staphylococcus aureus adquirido na comunidade. O antibiótico de escolha para tratamento hospitalar visto o paciente não apresentar comorbidades ou alergias é:
As bactérias produtoras de beta-lactamase de espectro estendido (ESBL) estão sendo isoladas com frequência nos hospitais brasileiros e na comunidade, especialmente, em infecções do trato urinário e infecções intra-abdominais. Frente aos conceitos sobre ESBL é CORRETO:
No Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC), marque a CORRETA:
Puérpera submetida a cesariana há 7 dias vem apresentando picos febris diários. No 2° dia pós-operatório, iniciou tratamento para endometrite com gentamicina e clindamicina. No 4° dia, foi adicionada ampicilina. Há 48 horas, o esquema antibiótico foi substituído por cefoxitina associada a metronidazol. O estado geral é bom e os lóquios não estão mais fétidos desde o segundo dia do primeiro esquema antibiótico. A paciente vem amamentando sem dor. A ferida operatória não está alterada, e a ultrassonografia abdominal é normal. Qual a próxima conduta?
Compartilhar