Questões na prática

Clínica Médica

Pneumologia

Nefrologia

Um homem de 60 anos, portador de doença pulmonar obstrutiva crônica grave, está em avaliação pré-operatória para correção de hérnia epigástrica sintomática. Faz uso regular de broncodilatadores. Os exames pré-operatórios revelam: sódio sérico: 121 mEq/L; potássio sérico: 3,6 mEq/L; cloreto sérico: 94 mEq/L e HCO3: 24 mEq/L. Inicia-se o tratamento do distúrbio hidroeletrolítico com restrição hídrica, mas as anormalidades não são corrigidas de forma satisfatória. Próximo passo:

A
Corrigir a hérnia, mesmo assim.
B
Repetir os exames laboratoriais em 2 semanas.
C
avaliar a fração de excreção de sódio, potássio e ureia
D
Administrar solução de cloreto de sódio a 0,9%, por via endovenosa.
E
Dosar os níveis séricos de aldosterona.
Homem, 50 anos, branco, após reforma de aviário foi internado com febre, dispneia e tosse. Foi diagnosticado pneumonia, não apresentando melhora com antibióticos. Refere que um colega de trabalho que o auxiliou na limpeza do aviário também apresentou sintomas semelhantes logo após o serviço. Nega emagrecimento, etilismo, tabagismo ou uso de medicamentos. A gasometria revela hipoxemia e o Raio-X de tórax mostra opacidades alveolares bilaterais de predomínio cortical e com micronódulos difusos. Qual a hipótese diagnóstica mais provável?
No quadro clínico da leptospirose, podemos afirmar que:
Considerando-se sua ocorrência e localização, é INCORRETO afirmar que o divertículo de Meckel:
Paciente feminino, com antecedente de megabexiga ao ultrassom morfológico, nasceu de 36 semanas e 3/7, Apgar 8/9. Evoluiu com vômitos biliosos precoces e retenção urinária. Foi submetida à ultrassom de rins e vias urinárias no primeiro dia de vida, o que confirmou bexiga de grandes proporções, paredes finas, sem hidronefrose associada. Com sonda vesical de demora, houve saída de urina em grande quantidade. Os vômitos cessaram após passagem de sonda orogástrica que foi mantida aberta. Como não evacuou até 36 horas de vida, foi feito estímulo retal, sem saída de fezes. O enema opaco evidenciou microcólon. Frente a esse caso, qual é o diagnóstico MAIS provável?
Compartilhar