Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Hematologia

Ortopedia

Um idoso, até então assintomático, realiza uretrocistoscopia na investigação de episódio único de hematúria macroscópica. Seis semanas após retorna à consulta, agora referindo febre baixa e dor em região dorsal, com sensibilidade pronunciada a digito pressão da 12ª vértebra dorsal. RX simples evidencia apenas redução do espaço discal entre T12 e L1. Urocultura estéril. VHS 40 mm na 1ª h., Hb 11,8 g%, com hemácias normocíticas e normocrômicas. Indique a opção diagnóstica mais provável.

A
Mieloma múltiplo.
B
Osteomielite.
C
Doença de Paget.
D
Adenocarcinoma metastático.
E
Osteoporose.
Mulher de 34 anos, nos últimos três dias apresenta-se com febre, astenia e oligúria. Há uma semana usou sulfa/trimetoprim para infecção urinária baixa. O exame físico mostra: rash eritematopapular na face, tórax e abdome; PA = 140 x 100 mmHg; temp. ax = 37,8°C (restante normal). Exame complementar: Ht = 38%; Hb= 11,7g%; leucograma =12.000/mm³ (62 SEGM/3 BASTI22 LINFO/12 EOSINO/1 MONO); ureia = 94 mg%; creatinina = 2,8 mg%; Na = 136; K = 5,2; Cl = 110 mEq/L; FAN - negativo; urina: 12-15 piócitos/campo; Incontáveis hemácias; cilindros granulosos e hemáticos; ausência de bactérias; clearance de creatinina = 30 ml/min; proteinúria = 1,2 g/24h. Esses dados são indicativos prováveis de:
Em relação à sorologia das hepatites virais marque a alternativa INCORRETA.
Sobre as patologias das vias biliares podemos afirmar, EXCETO:
São considerados fatores preditores de fibrose em pacientes portadores de esteatose hepática vista ao ultrassom e podem auxiliar na indicação de biópsia hepática:
Compartilhar