Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia do Trauma

Um jovem de 20 anos de idade bateu seu carro contra um poste. Não usava cinto de segurança e, ao ser resgatado e trazido à sala de emergência, apresentava-se com fraturas importantes maxilofaciais e em sofrimento respiratório. A conduta, neste caso, deve ser:

A
intubação orotraqueal
B
intubação nasotraqueal pelo risco de trauma raquimedular
C
O2 a 100%, com máscara, e observar a resposta
D
cricotiroidostomia e cuidados com a coluna cervical
Lactente de 45 dias de vida é internado com história de tosse há três dias e dificuldade para respirar notada no dia anterior. A mãe nega febre, diz que não há pessoas doentes no domicílio e refere que a criança apresentou conjuntivite no período neonatal. Ao exame físico, a criança apresenta-se ativa, com taquidispneia leve e tiragem intercostal. Foi realizada radiografia de tórax, o que mostrou infiltrado intersticial leve em bases pulmonares. Assinale qual o provável diagnóstico e a terapêutica de eleição, respectivamente, para o caso. (NELSON TRATADO DE PEDIATRIA)
Assinale a alternativa que apresenta o tempo de profilaxia da febre reumática, no caso de cardiopatia reumática adquirida.
A alternativa que sugere a necessidade de hospitalização de criança com Pneumonia:
Paciente de 40 anos de idade com diagnóstico de epilepsia apresentou atividade motora em membros superiores sendo mais evidentes à direita. Era incapaz de responder adequadamente a comandos verbais ou visuais durante a crise e tinha memória ou percepção comprometida da fase ictal. Podemos classificar como crises epiléticas do tipo:
Compartilhar