Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia do Trauma

Um jovem de 20 anos de idade bateu seu carro contra um poste. Não usava cinto de segurança e, ao ser resgatado e trazido à sala de emergência, apresentava-se com fraturas importantes maxilofaciais e em sofrimento respiratório. A conduta, neste caso, deve ser:

A
intubação orotraqueal
B
intubação nasotraqueal pelo risco de trauma raquimedular
C
O2 a 100%, com máscara, e observar a resposta
D
cricotiroidostomia e cuidados com a coluna cervical
Considerando um paciente de 26 anos de idade, vítima de trauma abdominal com lesão esplênica e pancreática e indicação de esplenectomia e pancreatectomia, julgue o item a seguir. Caso a pancreatectomia caudal seja indicada, o cirurgião deve estar atento à vascularização dessa região do pâncreas, que é irrigada por ramos hepáticos e gastroduodenais.
Um recém-nascido (RN) a termo (Idade Gestacional = 37 semanas), nascido de parto cesárea, Apgar 8 (1o min) e 9 (5o min) inicia logo após o nascimento com taquipneia (FR=80 rpm) e gemência. O RX de tórax mostra hiperinsuflação pulmonar, infiltrado peri-hilar simétrico e presença de líquido nas cisuras interlobares (cisurite). O RN recebe oxigenioterapia e apresenta resolução clínica do quadro em três dias. O diagnóstico provável é:
Paciente de 75 anos, tabagista, com doença pulmonar obstrutiva crônica, otite média crônica em tratamento com amoxacilina, hipertenso há 12 anos e diabético há 8 anos, em uso de glimeperida 4 mg/dia, metformina 850 mg/dia, amilorida 10 mg/dia, captropil 75 mg/dia, cavedilol 25 mg/dia e sinvastatina 40 mg/dia, sequelado de AVC (hemiparético à E), chega ao pronto-socorro do SUS com história de cefaleia holocraniana e constante há 9 dias; disfasia há 4 dias; náuseas, vômitos e confusão mental há 2 dias. Há 3h, apresentou crise convulsiva tonicoclônica generalizada. Apresenta ainda dispneia de repouso e ortopneia, astenia e anorexia. Nega febre. Ao exame, PA de 150/90 mmHg, FC de 68 bpm, FR de 27 ir/min, afebril, hipocorado (++/4), edema de MMII, ++/4; AR: murmúrio vesicular universalmente diminuído com estertores difusos; ACV; RCR, 3T, bulhas normofonéticas, sopro sistólico em foco aórtico de +/4; ABD; hepatomegalia a 2 cm do RCD, dolorosa e macicez móvel à percussão; Sistema nervoso: força grau III à E, desorientado, disfásico, sem sinais meníngeos. Exames complementares: leucócitos de 3.100 cél/mm3, plaquetas de 746.000, proteína c reativa de 32 mg/dl, creatinina de 1 mg/dl, sódio de 130 meq/l, potássio de 6,1 meq/l. Radiografia de tórax: presença das linhas B de Kerley e infiltrado Peri-hilar bilateral. Em relação ao caso clínico, responda: Qual a resposta correta?
Paciente do sexo feminino, 58 anos, apresenta quadro de perda visual em campos temporais bilateralmente (hemianopsia bitemporal). O local anatômico da lesão é
Compartilhar