Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Um jovem de 27 anos, previamente saudável, recebe diagnóstico de pneumonia comunitária. Após a avaliação inicial, foi optado por tratamento ambulatorial com azitromicina. É reavaliado no quinto dia, estando afebril há 72 horas, consciente, orientado, alimentando-se normalmente e com estabilidade respiratória e hemodinâmica, porém sem nenhuma melhora na radiografia de tórax de controle. A conduta neste caso é:

A
Manter azitromicina por 7 a 10 dias.
B
Associar droga ativa contra enterobactérias.
C
Considerar concluído o tratamento.
D
Mudar antibiótico para outro grupo (quinolona ou cefalosporina).
Na osteomielite aguda infantil qual o osso mais comumente afetado?
Qual o nervo que pode ser lesado na fratura diafisária distal do úmero?
Escolar de oito anos é levado a consulta de emergência devido a quadro de febre alta (39-39,5°C) e dor de garganta há quatro dias. Os pais informam que o paciente vem recebendo azitromicina há 48 horas sem melhora. Exame físico: exsutado purulento sobre as amígdalas, hiperemia de pilar anterior, petéquias em palato, linfadenomegalia generalizada e ponta de baço palpável. A principal hipótese diagnóstica e a conduta indicada nesse momento são, respectivamente:
Das cardiopatias congênitas qual se manifesta com maior frequência com insuficiência cardíaca?
Compartilhar