Questões na prática

Pediatria

Pediatria Geral

Um lactente com 6 meses de vida foi com a mãe ao ambulatório de crescimento e desenvolvimento. Revendo a história, o pediatra observou que o bebê nasceu de parto vaginal após uma gestação de baixo risco. Chorou forte ao nascer e permaneceu o tempo todo com a mãe no alojamento conjunto. Recebeu alta com 48 horas de vida, sendo amamentado exclusivamente ao seio materno e sem intercorrência clínica. O cartão de vacinação está atrasado e ele tomou apenas a primeira dose da vacina contra a hepatite B, ainda no hospital. A mãe referiu que a criança era amamentada exclusivamente ao seio até o momento da consulta. Com base nessa situação, julgue os seguintes itens. I- O fato de a criança ter permanecido em alojamento conjunto contínuo por 48 horas contribuiu para a manutenção do aleitamento materno exclusivo até os 6 meses de vida. II- Considerando que a criança tenha pesado 3.000 g ao nascer, seria correto esperar que, no momento da consulta, ele pesasse aproximadamente 7.000 g. III- Segundo o Programa Nacional de Imunização do Ministério da Saúde do Brasil, a criança em questão deveria ser imunizada com as seguintes vacinas: BCG intradérmico, segunda dose da vacina contra hepatite B, primeira dose da vacina tetra, antipoliomielite e contra rotavírus. IV- O pediatra deve recomendar a introdução de alimentos sólidos complementares, começando com uma fruta pela manhã ou tarde e papas de legumes no horário do futuro almoço. V- A próxima visita de controle deve ser feita aos 9 meses de vida da criança. A quantidade de itens certos é igual a:

A
1.
B
2.
C
3.
D
4.
E
5.
Assinale a alternativa que responde CORRETAMENTE à pergunta a seguir. Você está andando no shopping sozinho e observa uma criança de mais ou menos 4 anos cair na sua frente. Você verifica que ela está inconsciente e não respira. Nessa situação, alguém traz o DEA. Quais são os próximos procedimentos necessários?
Tereza, 19 anos, primigesta, inicia pré-natal na 25ª semana de gestação. Faz exames: grupo sanguíneo O Rh negativo, Du negativo, Coombs indireto: 1:16. Relata febre, astenia e discreto exantema generalizado em torno da 10ª semana de gestação, que involuíram espontaneamente. Não procurou atendimento médico à época. Newton, filho de Tereza, nasceu com Apgar 6 e 7 no primeiro e no quinto minuto de vida. Peso 1900 g (percentil <3), comprimento 43 cm (percentil <3), perímetro cefálico 32 cm (percentil 10), idade gestacional pós-natal 34 semanas, grupo sanguíneo A, Rh positivo, Coombs direto positivo. É admitido na Unidade Neonatal com boa vitalidade e respiração espontânea. É importante incluir, nas primeiras 24 horas de internação, o controle de:
João, casado, 65 anos, tem hipertensão arterial e está em uso regular de enalapril 20 mg/dia há dois anos. João é sedentário, tabagista e ganhou muito peso no último ano. Relata muito estresse nos últimos seis meses por sobrecarga de trabalho depois que passou a ser gerente de um supermercado. Refere também problemas de relacionamento com a esposa, pois além de ter pouco tempo para a família, apresenta dificuldade de ter ereção nas relações sexuais nos últimos três meses. Ao ser questionado, afirma ereções no período da manhã. Qual é a conduta mais adequada na abordagem dessa pessoa com disfunção erétil?
Laércio, 1 ano de idade, regularmente vacinado, iniciou, à noite, quadro súbito de coriza leve e rouquidão. Posteriormente, evoluiu com tosse metálica, agitação, inspiração ruidosa e dificuldade respiratória, porém, sem febre. Atualmente, podemos ter como hipótese mais provável:
Compartilhar