Questões na prática

Pediatria

Pediatria Geral

Um lactente de 45 dias, sexo masculino, pesando 3.500 g, aleitamento materno exclusivo, procura serviço médico e os pais referem quadro de vômitos não biliosos repetidos pós-alimentares há 3 semanas, negando febre ou outros sintomas. Ao exame físico, o lactente encontra-se hipoativo, peso de 3.550 g, com desidratação moderada, e é possível perceber pequena tumoração à palpação abdominal do epigástrio. Diante desse quadro, a hipótese mais provável, o exame complementar mais adequado e o tratamento são, respectivamente:

A
estenose hipertrófica de piloro, ultrassonografia de abdome e tratamento cirúrgico.
B
pâncreas anular, colangiopancreatografia, jejum e descompressão gástrica.
C
megacólon congênito, enema opaco e tratamento cirúrgico.
D
doença do refluxo gastroesofágico, pHmetria e tratamento medicamentoso.
E
invaginação intestinal, radiografia simples de abdome e tratamento cirúrgico.
Qual o resultado esperado do exame do líquido cefalorraquidiano de uma criança com quadro de meningite bacteriana?
A avaliação do Desenvolvimento Neuropsicomotor (DNPM) de uma criança no primeiro mês de vida deve conter os dados relacionados à postura, tono, força muscular e movimentação; à observação da reação da criança aos estímulos sonoros e luminosos, do choro, da amamentação e à pesquisa dos reflexos transitórios de um recém-nascido de 15 dias de vida, nascido de apresentação cefálica, quando examinado em decúbito dorsal, ao tentar retificar os membros superiores e inferiores e abrir as mãos, espera-se:
NÃO é sinal sugestivo de ferimento perfurante ocular:
Laura, 25 anos, chegou ao Pronto-Socorro, com a seguinte queixa: "acho que vou morrer". Afirmava que, nos últimos dois meses, apresenta súbitos episódios de medo e desconforto intenso com palpitações, tremores, dificuldades para respirar, sensação de sufocação, tontura, sensação de que vai morrer ou enlouquecer. Os episódios duram cerca de 20 minutos embora a paciente julgue que durem mais. Nega uso de drogas e abuso do álcool. Os resultados de exames físicos e laboratoriais estavam normais. O diagnóstico deste caso é de:
Compartilhar