Questões na prática

Pediatria

Neonatologia

Um neonato sadio é observado no ambulatório por uma icterícia persistente que teve aos 07 dias de vida. Peso ao nascimento 3.200g. Capurro Sorriático de 40 semanas, parto sem complicações. Com 14 dias de vida ainda apresentava o mesmo peso do nascimento, apesar de ser amamentado ao seio materno e ao exame físico era ativo e vigoroso. A concentração de bilirrubina foi de 13,8mg/dL,com 2,0mg/dL de reação direta. A causa mais frequente de icterícia persistente neste caso é:

A
DHRN (Doença Hemolítica do Recém-Nascido).
B
Icterícia pelo aleitamento materno.
C
Intolerância hereditária a frutose.
D
Atresia das vias biliares.
E
Septicemia.
Criança com 9 anos de idade apresenta febre irregular, associada a emagrecimento progressivo, palidez cutâneo-mucosa e hepatoesplenomegalia. Possui quadro clínico arrastado, com mais de dois meses de evolução associado ao comprometimento do estado geral. Os exames complementares estão alterados e, no exame sorológico, os títulos de anticorpos específicos são elevados. O diagnóstico inicial de suspeição seria:
São formas de miopatia, EXCETO:
Durante o trabalho em uma plantação de alfaces, um homem de 36 anos sofre um acidente com extenso ferimento, deixando exposta uma fratura da extremidade distal da tíbia. Ao exame físico, observa-se grande sangramento na região do ferimento, mas com boa perfusão dos artelhos. Qual dos seguintes esquemas de antibióticos é o mais adequado nessa situação?
Ainda em relação ao paciente anterior, 8 semanas após introdução do esquema-retroviral, o paciente passa a apresentar linfadenomegalia generalizada, com gânglios grandes com 4 cm de diâmetro , móveis, com consistência elástica, principalmente, em cadeias cervicais,axilares, e mediastinais. Os exames realizados 4 semanas após a introdução do esquema antiretroviral, mostravam contagem de CD4 = 200 células/mm e cv = abaixo do limite mínimo de detecção. A principal hipótese diagnóstica e tratamento são:
Compartilhar