Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Um paciente com 58 anos, do sexo masculino e com história de insuficiência coronariana, chega à emergência com quadro de dor precordial, em repouso, há cerca de 15 minutos. Apresenta sudorese e PA de 190 X 120 mmHg. Qual o diagnóstico mais provável e qual a conduta mais adequada que deve ser tomada para esse paciente?

A
Urgência Hipertensiva associada à síndrome coronariana crônica. Tratar com Captopril + AAS + Isordil.
B
Urgência Hipertensiva associada à síndrome coronariana aguda. Tratar com Captopril + AAS + Isordil.
C
Emergência Hipertensiva associada à síndrome coronariana aguda. Tratar com Captopril + AAS + Isordil.
D
Urgência Hipertensiva associada à síndrome coronariana aguda. Tratar com MONA + Captopril.
E
Emergência Hipertensiva associada à síndrome coronariana aguda. Tratar com Morfina + Oxigênio + Nitroglicerina + Aspirina (MONA) + Metoprolol.
Paciente masculino, 45 anos, mecânico, apresenta quadro de 3 meses de evolução de dor em face posterior de antebraço direito, que aumenta com esforços e movimentos de pronação e supinação. Ao exame, a sensibilidade é normal, mas o paciente apresenta dificuldade para extensão dos dedos. O quadro descrito é compatível com qual dos diagnósticos abaixo?
Em relação ao paciente com aterosclerose periférica e insuficiência arterial crônica dos MMII, considere as seguintes afirmativas: 1. As drogas que inibem a função plaquetária são utilizadas para diminuir a síndrome de reperfusão após a reconstrução arterial. 2. O tratamento clínico é preconizado preferencialmente nas fases I e II da classificação de Fontaine, na doença arterial crônica dos MMII. 3. O uso de antiplaquetários na doença arterial crônica não diminui a incidência de eventos cardiovasculares. 4. O fumo tem efeito aterogênico, vasoconstritor e trombogênico. 5. A proteção contra o frio é a medida mais eficaz para aumentar o fluxo sanguíneo no membro inferior com isquemia crônica. Assinale a alternativa correta.
Em relação à obstrução arterial, considere as seguintes afirmativas: 1. Na embolia arterial aguda, a maior fonte de êmbolos é o coração. 2. Na embolia arterial aguda, geralmente o paciente relata claudicação intermitente prévia. 3. Oclusões trombóticas isoladas da artéria femoral geralmente não levam a quadros importantes de claudicação. 4. Em relação à claudicação intermitente, a distância da claudicação não se altera quando se mantém o mesmo ritmo da marcha tanto no aclive quanto no declive. 5. A anamnese e o exame clínico concluem com razoável precisão se o paciente sofreu embolia ou trombose aguda. Assinale a alternativa correta.
Assinale a alternativa correta, em relação à asma:
Compartilhar