Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia do Trauma

Um paciente de 18 anos, do sexo masculino deu entrada no Pronto-Socorro com história de ter sofrido traumatismo craniano há 4 horas, durante uma partida de futebol (chocou-se com outro jogador). No momento do trauma, o paciente não perdeu a consciência e continuou jogando. Após 20 minutos do trauma, evoluiu com cefaleia e pediu para ser substituído. Após 45 minutos do trauma, apresentou piora da cefaleia e iniciou vômitos. Após 2h do trauma, evoluiu com sonolência e rebaixamento progressivo do nível de consciência. Na sua admissão ao hospital estava em Glasgow 7 com anisocoria à direita. Qual é o diagnóstico mais provável?

A
Lesão axonal difusa
B
Hematoma extradural agudo
C
Hematoma subdural agudo
D
Contusão cerebral
Para examinar o possível papel do Diabetes Mellitus (DM) na etiologia do câncer de pâncreas (CP). Foram investigados 720 pacientes com diagnóstico recente de CP e 720 pacientes internados por outras doenças. Os participantes foram recrutados em três hospitais, durante um período de 02 anos. Entre os pacientes com CP. 64 relataram história prévia de DM (há pelo menos dois anos antes da data de internação). Entre os pacientes com outras doenças, 50 referiram história prévia de DM (também há pelo menos dois anos antes da data de internação). Esse é um exemplo de:
Paciente com colecistite crônica deverá ser submetido à colecistectomia. Na consulta pré-anestésica, o paciente fica sabendo que o seu risco cirúrgico é classificado como ASA II, qual o significado deste risco cirúrgico?
Dificuldade respiratória, cianose e episódios repetidos de pneumonia em criança sugerem a presença de:
Qual a técnica de imagem mais adequada para avaliar doenças das cavidades paranasais e nasais?
Compartilhar